sáb, 13 de julho de 2024

LOGO GRUPO A PLATEIA capa branco
Variedades Digital | 13 e 14.07.24
Aplateia Digital | 13 e 14.07.24

Última Edição

Doenças parasitárias são o foco do primeiro encontro Informativo Rural

Aconteceu na noite desta segunda-feira (22), no centro de eventos Heitor Costa Duarte, da Associação e Sindicato Rural, a primeira edição do evento Informativo Rural com o foco na discussão de assuntos envolvendo doenças parasitárias. O encontro contou com a presença de grande número de produtores e técnicos de toda a região.

Organizado pelo Sindicato Rural, em parceria com a Inspetoria de Defesa Agropecuária do município, com o apoio a Secretaria de Agricultura do Rio Grande do Sul, e com patrocínio do Sicoob e SENAR – RS. O presidente da Rural, Luís Carlos D’Auria e a chefe da Inspetoria de Defesa Agropecuária do município, Karen Arevalo, abriram o evento dando boas-vindas aos participantes.


O primeiro palestrante da noite foi o médico veterinário Francisco Carlos Bicca Corrêa, formado pela UFSM em 1989, que trabalha há 14 anos no Serviço de Inspeção Municipal de Livramento na fiscalização e inspeção de agroindústrias e frigoríficos. Na sua fala, Francisco abordou o tema Achados e Condenações em Frigoríficos de Ovinos, evidenciando os cuidados que os produtores devem ter ao alimentar animais como cães e gatos com vísceras de animais abatidos nas propriedades, por conta do risco de transmissão de doenças como hidatidose sarcocistose.


Dando sequência no encontro e aprofundando o tema, foi a vez da médica veterinária Susana Mohr, que desde 2014 é Fiscal Estadual Agropecuário da Secretaria da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação, atuando nas áreas de inspeção de produtos de origem animal e defesa agropecuária. Atualmente, Susana é integrante dos grupos técnicos de Educação Sanitária, Programa de Saúde das Abelhas e Epidemiologia e Estatística da SEAPI/RS. A palestrante é graduada em Medicina Veterinária pela PUC/RS, Mestrado e Doutorado em Ciência e Tecnologia dos Alimentos pela Universidade Federal de Santa Maria, com período de doutorado sanduíche no Instituto de Química Orgânica General – Consejo Superior de Investigaciones Cientificas, em Madrid – Espanha e possui mais de 60 trabalhos científicos publicados em periódicos e anais de eventos.


Já José Reck Junior, médico veterinário, formado pela UFRGS e com mestrado e doutorado também pela instituição, hoje atua como pesquisador do Instituto de Pesquisas Veterinárias Desidério Finamor (IPVDF), órgão oficial de diagnóstico e pesquisa da Secretaria de Agricultura do Estado do RS, abordou a temática do carrapato num cenário de multirresistência. Durante a sua fala Reck apresentou dados estatísticos sobre o assunto, destacando a necessidade dos produtores melhorem o manejo nas propriedades utilizando de melhor forma os carrapaticidas existentes no mercado, com a utilização de métodos como a testagem de resistência dos parasitas em laboratórios, teste esse que pode ser feito de forma gratuita pela Secretaria de Agricultura do estado.


Para encerrar o ciclo de palestras, Natalia Bidone abordou o tema “Mosca da Bicheira” situação atual e perspectivas. Médica veterinária formada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Mestre em Ciências Veterinárias também pela UFRGS. Doutoranda na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro na área de Parasitologia. Fiscal Estadual Agropecuário, atuando na área de Defesa Sanitária Animal e atualmente é Coordenadora do Programa Estadual de Sanidade Ovina e do Serviços de Doenças Parasitárias da Secretaria da Agricultura do Estado. Durante sua fala, Natalia apresentou os dados de prejuízos econômicos causados pela mosca da bicheira em diversos países, além de iniciativas de controle e erradicação que já foram realizadas com sucesso, como o caso do Panamá. Conforme a palestrante, o Uruguai vem desenvolvendo um programa para tal finalidade, mas pelos entraves logísticos, a implantação do programa ainda não foi possível.

Neste sentido, o país vizinho já iniciou conversações com o Brasil, pois o combate precisa ser feito nos dois lados da fronteira. Representando a Inspetoria de Defesa Agropecuária, a médica veterinária Marcela Bragança abordou o tema Notificação de Suspeita de Enfermidades, trazendo uma reflexão sobre a importância da conscientização dos produtores sobre o controle de sanidade das propriedades.

Morning Express

🇧🇷RESUMO-002☀️☀️☀️ ✅ NOTÍCIAS DO DIA – ANO 8 n° 2793 Dia 13 de Julho de 2024, Sábado DATAS COMEMORATIVAS Dia do Cantor Dia dos Compositores e Cantores Sertanejos Dia do Engenheiro de Saneamento Dia Mundial do Rock TEMPERATURA E INDICADORES FINANCEIROS ⛅ Mín 23° Máx 34° (Macapá-AP) 💵 Dólar Com: ⬇️ 0,2% R$ 5,43 💶 Euro: ⬆️ 0,18% R$ 5,92