dom, 14 de julho de 2024

LOGO GRUPO A PLATEIA capa branco
Variedades Digital | 13 e 14.07.24
Aplateia Digital | 13 e 14.07.24

Última Edição

Mainardi viaja à Espanha em busca de investimentos em energia eólica para a região

De olho nas possibilidades de futuros investimentos na produção de energia eólica nas regiões da Campanha, Litoral Sul e Fronteira Oeste gaúcha, uma comitiva formada pelos deputados Luiz Fernando Mainardi (PT), Valdeci Oliveira (PT), pelo  Diretor do Setor de Eólicas do Sindienergia-RS, Guilherme Sari, e o consultor de negócios da empresa Nordex Energy Brasil, Robertson Brito, vão estar nos dias 15 e 16 de abril, em Pamplona, norte da Espanha, visitando as instalações industriais da empresa alemã, Nordex Energy, no país europeu.

Mainardi afirma que os projetos em andamento no estado, em sua grande maioria, preveem que fortes investimentos vão acontecer na região de Bagé e esta é uma grande oportunidade de trazer desenvolvimento para a região. “Nossa missão tem como o objetivo principal buscar investimentos para a nosso estado. Iremos conhecer as fábricas da Nordex por dentro e estamos otimistas de que a empresa possa se instalar na nossa região, gerando emprego e renda”, afirmou o deputado.

O otimismo se justifica, já que o RS possui grande potencial para incrementar sua produção de energia eólica. O estado ocupa hoje a quinta posição em geração de energia eólica do país, ficando atrás do Rio Grande do Norte, Bahia, Piauí e Ceará.

Com um consumo de energia em torno de 11 gigawatts mensal, o RS importa em torno de 30 % da energia consumida. Segundo dados da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), a geração eólica no RS já responde por algo em torno de 17% da energia produzida no estado e possui 81 parques em atividade, com uma produção de 1.835 gigawatts, além de mais 50 parques, três deles já em construção, com licenças outorgadas, que vão gerar mais 2,137 gigawatts.

Segundo o Diretor do Setor de Eólicas do Sindienergia RS, Guilherme Sari, existem hoje no Estado, 48 novos projetos eólicos em andamento, em sua maioria, na metade sul do RS, abrangendo municípios das regiões da Campanha, Fronteira Oeste e Litoral Sul. “O momento é de otimismo e de consolidação de negócios, que com a criação de um bom ambiente, poderá devolver parte de um protagonismo que o estado já teve no setor eólico”, afirmou.

Apesar de a primeira implantação eólica no RS ter iniciado no litoral norte, no município de Osório, foi no extremo sul do estado que os maiores parques foram construídos, primeiro em Santa Vitória do Palmar, Chuí e Rio Grande e na sequência em Santana do Livramento.

 

Germano Rigotto

Morning Express

🇧🇷RESUMO-002☀️☀️☀️ ✅ NOTÍCIAS DO DIA – ANO 8 n° 2793 Dia 13 de Julho de 2024, Sábado DATAS COMEMORATIVAS Dia do Cantor Dia dos Compositores e Cantores Sertanejos Dia do Engenheiro de Saneamento Dia Mundial do Rock TEMPERATURA E INDICADORES FINANCEIROS ⛅ Mín 23° Máx 34° (Macapá-AP) 💵 Dólar Com: ⬇️ 0,2% R$ 5,43 💶 Euro: ⬆️ 0,18% R$ 5,92