dom, 21 de abril de 2024

Variedade Aplateia | 20 e 21.04.24

Chegou o Carnaval 2024

Máscaras venezianas de carnaval

Enfim, é Carnaval na nossa cidade. Essa festa popular onde não há divisões de classes, quando a crítica social aflora, quando a comunidade mostra suas críticas políticas, e é claro, quando a alegria popular transborda na passarela com os componentes das escolas. Como o hino da cidade diz: “Cidade diferente”, claro, nosso carnaval é depois da Quaresma, depois da Páscoa, mas enfim, vamos ter Carnaval.
A expectativa para esta festa, que acontece neste final de semana, é muito boa. Em todas as rodas de conversa, só se fala em Carnaval, nossas seis escolas mostrarão na avenida um pouco da nossa história, na festa considerada a mais popular do Brasil.
O poder público investiu bastante na infraestrutura do Carnaval, mas e as escolas de samba? Será que o investimento foi suficiente para a expectativa gerada?
Acredito que, para o próximo Carnaval, o poder público deva investir mais cedo, e ainda mais nas escolas de samba, se possível durante o ano, para chegarmos no próximo Carnaval com tudo pronto.
Portanto, a expectativa é que nosso Carnaval volte a ser mais um atrativo turístico da nossa cidade. Fica o convite: nesta sexta-feira e sábado, a partir das 20 horas, todos na avenida João Goulart para prestigiar o retorno do nosso carnaval competitivo.

Até a próxima conversa.

valdineilima@jornalaplateia.com

Até quando mulheres serão mortas por serem mulheres?

Revoltante. Esta é uma das palavras que pode ser utilizada para adjetivar os casos de feminicídios que estão acontecendo na Fronteira “da Paz”. Onde está a sociedade quando um crime desses acontece? Sim, sociedade. Apesar dos territórios, sejam eles brasileiro ou uruguaio, terem por dever garantir a segurança dos seus cidadãos, todos que fazem parte da comunidade têm uma parcela