qua, 22 de maio de 2024

Variedades Digital | 18 e 19.05.24

Fronteira da Paz: este é o título que gostamos de denominar nossa cidade.

foto: Marcelo Pinto/AP

Orgulho que os santanenses e riverenses demonstram quando se referem a nossa fronteira. No entanto, no último mês circulou nas redes sociais vídeos de brigas generalizadas em alguns pontos da nossa cidade que assustaram nossa comunidade.
Nosso atrativo turístico, o Parque Internacional, já foi por muitas vezes, palco deste tipo de falta de inteligência humana. Dura realidade. Hoje, o parque tem moradores de rua, cachorros e adolescentes que ali encontram, como uma forma de rebeldia, um lugar que podem chamar “de seu” e aqueles que se aproveitam para cometer pequenos furtos e delitos.
Quando o cidadão de bem não ocupa os espaços públicos, sempre tem o traficante que ocupa e, às vezes, adota nossos filhos na rua.
Nossa linha divisória, não é de agora, é um espaço que a bandidagem utiliza como verdadeira sala de negócios ilícitos.
Prostituição e usuários de drogas, cada vez são mais frequentes e avistados em plena luz do dia, amedrontando os fronteiriços e os turistas.
O Poder Público municipal e a Segurança Pública estudam formas de agir, pois em tese se faz necessário um trabalho de inteligência para identificar os verdadeiros bandidos, separá-los daqueles que utilizam o Parque Internacional para seu trabalho. Sim, tem muita gente que dali tira seu sustento de forma honesta.
Já aqueles indivíduos em situação de moradores de rua que usam aquele espaço e que devem ser acompanhados pelo Poder Público, tem muito santanense que se incomoda com essa situação, e reclama por julgar um direito adquirido o fato de ir e vir neste espaço público, e que, no entanto, é impedido por constrangimento ou medo. Então, não utilizam mais o parque para passeios com suas famílias de forma tranquila por não saberem como explicar aos seus filhos e famíliares aquela situação constrangedora de alguém fumando alguma droga ou praticando outro tipo de delito.
Nossa esperança está nos agentes de Segurança Pública. Urge a presença mais constante e ostensiva, talvez assim a população de forma mais tranquila possa voltar a passear, fazer um registro fotográfico no obelisco e, quem sabe, até matear no final da tarde.
Se você fizer uma pequena enquete em suas redes sociais, claro, nada científico, o resultado da pesquisa não será diferente: as pessoas querem a presença ostensiva da Brigada Militar e do Poder Público.
Por fim, nada deve ser feito isoladamente, é necessário o auxílio da polícia de Rivera, assim em ações conjuntas teremos mais sucesso. Acredito em nossa segurança pública, tenho certeza de que nosso símbolo da Paz é de todos e não somente de delinquentes, e que as nossas ruas, cada vez terão mais segurança, pois cabe a todos nós a vigilância, são nossos filhos, irmãos, primos, conhecidos que estão nas ruas com suas vidas em risco.
Até a próxima conversa.