dom, 21 de abril de 2024

Variedade Aplateia | 20 e 21.04.24

Sessão na Câmara é encerrada por “motivo de força maior” nesta quarta-feira

Energia elétrica teve oscilação durante a fala da vereadora Maria Helena
Câmara de Vereadores de Sant’Ana do Livramento (Foto: Yuri Cardoso/AP)

Estava acontecendo, na Câmara de Vereadores, na manhã desta quarta-feira (20), a sessão regular desta semana. Durante a fala da vereadora Maria Helena (PDT) no grande expediente, o prédio do Poder Legislativo teve uma oscilação na energia elétrica, causando assim a interrupção dos microfones, bem como das caixas de som. A transmissão ao vivo realizada pela TV Câmara também foi comprometida.

Com o imprevisto, o presidente da Casa, vereador Lídio Mendes Melado (Republicanos), suspendeu os trabalhos por dez minutos para aguardar o reestabelecimento da energia, no entanto, isso não ocorreu. Sendo assim, orientado pela Procuradoria Jurídica, Melado encerrou a sessão por “motivo de força maior”: a queda da energia elétrica no prédio.

ORDEM DO DIA

Alguns projetos estavam na pauta da sessão desta quarta-feira para serem discutidos e votados, mas em virtude da falta de quórum na Comissão de Finanças, apenas um projeto seria deliberado nesta manhã caso não houvesse o imprevisto. Agora, o prosseguimento das matérias se dará na semana que vem.

Até quando mulheres serão mortas por serem mulheres?

Revoltante. Esta é uma das palavras que pode ser utilizada para adjetivar os casos de feminicídios que estão acontecendo na Fronteira “da Paz”. Onde está a sociedade quando um crime desses acontece? Sim, sociedade. Apesar dos territórios, sejam eles brasileiro ou uruguaio, terem por dever garantir a segurança dos seus cidadãos, todos que fazem parte da comunidade têm uma parcela