qua, 22 de maio de 2024

Variedades Digital | 18 e 19.05.24

Afinal, de quem é a responsabilidade dos cachorros soltos na rua?

(Foto: cedida)

Utilizo este espaço, hoje, para tratar sobre um assunto que me deixa muito triste: o abandono de cachorros.
Inicio pela adoção consciente dos animais. É importante você saber que a partir de sua decisão esse ser vivo passa a depender de você e por muito tempo. Seu cão não é um objeto, ele precisa de você. Algumas pessoas não tratam de forma consciente seus pets, isto é, adotam, não se adaptam, e os descartam, abandonando-os nas ruas.
Claro, temos famílias que cuidam de forma adequada seus animais, como se fossem membros da família. Temos ainda, cidadãos abnegados que recolhem os animais da rua, alimentam, e inclusive medicam com seus próprios recursos.
Infelizmente, o número de cães abandonados, vagando pelas ruas, aumentam a cada dia. Precisamos, urgentemente, resolver esse problema que é de todos nós.
Urge políticas públicas para esses animais, não dá mais para “empurrar com a barriga” (bem no popular, para que todos entendam).
Precisamos que vereadores criem legislação para atender os pets abandonados, que o Executivo coloque em prática as já existentes e invista mais recursos nessas políticas que cuidam dos animais.
Tenho a expectativa de que possamos avançar no sentido de uma sociedade mais consciente ao cuidar dos seus pets.
Este ano é de eleição, então vamos cobrar dos candidatos políticas públicas, que cuidem dos nossos animais, principalmente os abandonados, porque em algum momento eles tiveram um tutor, e agora, cabe a todos nós a solução desse problema.

Até a próxima conversa.