seg, 4 de março de 2024

Aplateia Digital | 02 e 03.03.24

Última Edição

As emoções e o início do ano letivo: como lidar de forma saudável?

Patrícia Mazzei, psicóloga do Vida Card, faz uma reflexão sobre o período de volta às aulas

O ano letivo está começando e é hora de se preparar para o retorno às aulas. A cada início, novas oportunidades e descobertas de aprendizado. Os educandários se renovam com a chegada de antigos e novos alunos, famílias, professores e demais funcionários. Pensando neste grande dia, não podemos deixar de pensar nas emoções que surgem com esta ocasião.

Para uns é momento de início, para outros de reinício e, independente do momento em que cada um se encontra, é de suma importância acolher as emoções que podem se manifestar. O período de volta às aulas geralmente é acompanhado de ansiedade e expectativas, como também, alegria, medo, insegurança, prazer, tranquilidade, angústia. Alguns mais empolgados, outros nem tanto.

De fato, todo o início de ano letivo desperta desafios emocionais que podem desencadear desordens mais intensas. É de suma importância que o ambiente escolar e familiar seja de acolhimento, por que afinal, a vida acadêmica é cercada de ritos de passagens desde a primeira infância até a vida adulta.

Tanto o quadro profissional quanto os familiares podem validar as emoções que são manifestadas neste período. A validação demonstra acolhimento e proporciona um ambiente seguro para aquele que está em sofrimento. Estar atento às mudanças de comportamento faz total diferença. Seja acolhedor, não banalize o sofrimento e seja empático.

Procure entender o que está se passando, crie conexões saudáveis, se aproxime! Pois cada um encara este momento de diferentes formas, e nem sempre o início do ano letivo é fácil. E para ajudar nesta retomada de forma saudável a Psicóloga Patrícia Mazzei que é especialista em saúde mental, destacou algumas dicas que podem ser utilizadas no ambiente escolar e familiar:

  1. Incentive o diálogo;
  2. Auxilie na adaptação de forma empática;
  3. Acolha;
  4. Pergunte como está se sentindo;
  5. Explique as rotinas e regras;
  6. Priorize a saúde mental;
  7. Não faça cobranças fora de medidas;
  8. Não invalide o sofrimento;
  9. Possibilite um espaço de escuta;
  10. Passe segurança;
  11. Caso necessário procure ajuda profissional especializada.

Boas emoções possibilitam uma melhor aprendizagem. Proporcione saúde mental!

Texto escrito por: Psicóloga Patrícia Machado Mazzei

Endereço: Duque de Caxias, 1533
Telefone: 55 3244-4433 / 55 99630-6151
Facebook: Vida Card Livramento
Instagram: @vidacardlivramento