qua, 17 de julho de 2024

LOGO GRUPO A PLATEIA capa branco
Variedades Digital | 13 e 14.07.24
Aplateia Digital | 13 e 14.07.24

Última Edição

Atendentes de farmácias começam a ser imunizados contra a Covid-19

Segundo a Vigilância Epidemiológica atendentes das drogarias e secretários de consultórios de odontologia receberão a primeira dose do imunizante
(Foto: Marcelo Pinto/AP)

Nesta quinta-feira (8), a Vigilância Epidemiológica iniciou a imunização dos profissionais que atuam no atendimento de consultórios odontológicos e nos balcões de farmácias de Sant’Ana do Livramento. Com a movimentação na sede da Vigilância nessa manhã, gerou dúvida na população em geral, para saber qual a faixa etária de vacinação. O tema foi explicado pela coordenadora, Raquel Levy. “Hoje estamos vacinando especificamente os profissionais das farmácias que foram informados diretamente sobre a imunização”, afirmou.

Ao todo, são mais de 300 profissionais que atuam em 48 farmácias, além dos consultórios odontológicos, no município. Pelo número alto de estabelecimento, a movimentação é esperada a durante todo o dia para a vacinação.

As vacinas destinadas para esses trabalhadores são específicas: os imunizantes são do laboratório AstraZeneca. De acordo com a vigilância epidemiológica, a ação está ocorrendo de acordo com o Ofício Circular N°57 do Plano Nacional de imunizações, que é emitido pelo Ministério de Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde, reafirmou que “considera-se trabalhadores da saúde a serem vacinados na campanha, os indivíduos que trabalham em estabelecimentos de assistência, vigilância à saúde, regulação e gestão à saúde; ou seja, que atuam em estabelecimentos de serviços de saúde, a exemplo de hospitais, clínicas, ambulatórios, unidades básicas de saúde, laboratórios, farmácias, drogarias e outros locais”.

 

Executivo pode estar querendo induzir Legislativo a irregularidade, adverte Lorenzoni

Depois de conhecer a estimativa do governo para o custo do pacote que prevê a reforma nas carreiras do funcionalismo, o deputado Rodrigo Lorenzoni foi à tribuna da Assembleia Legislativa RS, para manifestar suas principais preocupações. A bancada do PL, segundo o líder Rodrigo, “respeita, reconhece a importância do trabalho do servidor público e, da mesma forma, reconhece a legitimidade