seg, 22 de julho de 2024

LOGO GRUPO A PLATEIA capa branco
Variedades Digital l 20 e 21.07.24
Aplateia Digital l 20 e 21.07.24

Última Edição

Suspensão das aulas é prorrogada no RS, anuncia Eduardo Leite

Incentivo à aviação regional está conectado à agenda de desenvolvimento econômico, disse o governador - Foto: Gustavo Mansur/ Palácio Piratini

Confirmando o cenário desenhado nos bastidores, o governador Eduardo Leite anunciou, nesta terça-feira (28), que manterá a suspensão das aulas em todo o Estado. O atual decreto que suspende as atividades educacionais nos sistemas público e privado termina em 30 de abril.

Segundo Leite, ainda nesta semana será divulgado um planejamento para o retorno das aulas. De acordo com o governador, isso poderá ocorrer em maio ou em junho.

— As aulas não voltarão na segunda-feira, dia 4 de maio. Ainda estamos definindo se o retorno das aulas se dará ao longo do mês de maio ou em junho. Vamos anunciar nesta semana o planejamento — disse o governador em transmissão ao vivo, pela internet.

As aulas estão suspensas no Rio Grande do Sul há 41 dias, desde 19 de março.

Conforme o governador, o adiamento do retorno das atividades escolares ocorre para que o Estado tenha tempo de se organizar com os “protocolos de segurança”. “Nós estamos observando os protocolos que deverão ser atendidos para que os alunos possam retornar as aulas com segurança. E esses protocolos na educação poderão exigir, inclusive, compra de equipamentos, compra de materiais, que na rede pública, especialmente, podem demandar mais tempo de organização.”

O novo planejamento para o retorno das aulas, conforme Leite, levará em consideração as particularidades da rede pública e privada, assim como oferecer condições aos responsáveis pelos estudantes, que devem retornar em seguida aos seus empregos.

O governador também lembrou das alterações no contracheque dos servidores públicos da Educação, levando em conta as reformas aprovadas à categoria no ano passado. As modificações, que já constam no pagamento do mês de abril, estão sendo esclarecidas aos servidores pela Secretaria da Fazenda, destacou Leite.

Contingenciamento

Por meio de um decreto, o governo do RS anunciou o contingenciamento de R$ 40 milhões para garantir que o Estado tenha condições de manter o sistema de saúde durante a pandemia de Covid-19. O valor é somado ao montante de R$ 420 milhões que já haviam sido contingenciados durante o enfrentamento ao novo coronavírus. Conforme o governador Eduardo Leite, a decisão ocorre frente ao decréscimo de arrecadação do Estado que chega a cerca de R$ 750 milhões no mês de abril.

Fonte GauchaZH