seg, 15 de julho de 2024

LOGO GRUPO A PLATEIA capa branco
Variedades Digital | 13 e 14.07.24
Aplateia Digital | 13 e 14.07.24

Última Edição

Biblioteca Pública de Livramento celebra 77 anos de atividades

Estado atual do prédio preocupa usuários

Inaugurada em 26 de fevereiro de 1943, a Biblioteca Pública Municipal Rui Barbosa, antes da internet e todas suas facilidades, era o principal local de pesquisas para trabalhos escolares e de faculdades. Com uma gama considerável em seu acervo, as pesquisas não eram tão rápidas como atualmente, mas igualmente enriquecedoras, o folhar de páginas, a sensação de abrir um livro praticamente novo é muito melhor do que as pesquisas atuais na internet.

A Biblioteca Pública funciona das 7h30min às 17h30min, atualmente recebe poucos visitantes devido as pesquisas se tornarem praticamente instantâneas com o uso dos smartphones e computadores. Falando em computadores, o local possui três máquinas que podem ser acessadas por qualquer pessoa, respeitando o limite de 45 minutos por usuário.
Além dos pontos positivos, infelizmente, após 77 anos de muitas histórias para serem contadas, o prédio está com problemas de infiltração nas paredes, banheiros interditados, vidraças quebradas e falta de pintura. Em 2013, o então prefeito Glauber Lima (PT), em entrevista ao Grupo A Plateia, informou que seria realizado um projeto de revitalização do espaço, até o final daquele ano, o que não se confirmou. O local praticamente está abandonado, com uma média de 15 visitantes por dia, o local está caindo no esquecimento.

Seu companheiro de aniversário, o Parque Internacional, também celebrou a mesma idade. A reportagem tentou o contato com a atual administração, com o Secretário Cristiano Cesarino, que informou estar com sua agenda lotada e que iria comentar sobre o assunto na próxima semana.
Enquanto o problema não é solucionado, o prédio continua se deteriorando com a umidade e falta de manutenção, e o seu acervo vai-se perdendo para o mofo e deixando os saudosistas, que em seu tempo de colégio realizavam seus trabalhos e pesquisas neste local, mais tristes.

Terra sem-lei

Certamente você já ouviu falar na expressão “terra sem-lei”. A expressão refere-se a um lugar onde todos fazem o querem, sem pensar nas consequências, o que não é o caso do Brasil. O exemplo claro disso é a decisão, desta semana, do juiz Everton Padilha Soares, do Juizado Especial Cível da Comarca de Sant’Ana do Livramento. O magistrado condenou o

Agilidade para liberar renegociação

Só depende de votação do Senado Federal a criação de um REFIS para os débitos contraídos pelos partidos políticos brasileiros em razão de descumprimento de obrigações referentes a prestações de contas, cumprimento de prazos ou ainda por eventual uso indevido de recursos de fundos partidário ou eleitoral. A Câmara dos Deputados já aprovou a PEC que propõe o refinanciamento de