seg, 22 de julho de 2024

LOGO GRUPO A PLATEIA capa branco
Variedades Digital l 20 e 21.07.24
Aplateia Digital l 20 e 21.07.24

Última Edição

Argentino é condenado a 8 anos e 10 meses de prisão por colocar fogo na namorada em Santa Maria

Angel Gabriel Rolon, de 32 anos, foi julgado pelo crime de tentativa de feminicídio em júri realizado na segunda (17). Crime aconteceu em novembro de 2018, mulher teve mais da metade do corpo queimado.

O argentino acusado de atear fogo na então namorada, em novembro de 2018, na cidade de Santa Maria, Região Central do estado, foi condenado a oito anos e 10 meses de prisão em júri realizado na tarde da segunda-feira (17). Ele está preso desde a época do crime.

Angel Gabriel Rolon, de 32 anos, foi julgado pelo crime de tentativa de feminicídio e está preso desde a época do crime. O argentino confessou ter jogado combustível e ateado fogo em Bernarda Licitra Massolo que teve 53% do corpo queimado.

De acordo com o advogado Leonardo Sagrillo Santiago, defensor de Angel, um recurso com pedido de redução da pena deve ser encaminhado ainda nesta semana. A defesa tem cinco dias para recorrer da decisão do júri.

Na época, ela foi atendida e ficou dez dias internada no Hospital Universitário de Santa Maria (Husm) em estado gravíssimo e depois voltou para a Argentina em um avião pago pelo governo de lá. Em Santa Fé, onde mora, ficou mais dois meses na UTI.

O casal estava fazendo um mochilão pelo Brasil e fazia malabares no cruzamento para arrecadas dinheiro para seguir viagem. Rolon disse que agiu por ciúmes e que estava bêbado e sob efeito de drogas na noite do crime.

Maurício Rebellato/ RBS TV Santa Maria

Fonte: G1/RS

Foto: Polícia Civil/divulgação