qua, 17 de julho de 2024

LOGO GRUPO A PLATEIA capa branco
Variedades Digital | 13 e 14.07.24
Aplateia Digital | 13 e 14.07.24

Última Edição

Santanense consagra-se campeão da “Copa do Mundo dos Rodeios”

O trovador Luciano Quines conseguiu a grande façanha de conquistar o troféu de 1º lugar na modalidade Trova de Martelo no Rodeio Internacional de Vacaria – RS

A 33ª edição do Rodeio Crioulo Internacional de Vacaria terminou no domingo (9) com público estimado em 322 mil pessoas. Entre os milhares que prestigiaram o evento, participantes de todo o Brasil (as delegações mais distantes foram as dos estados do Acre e de Rondônia) e dos países vizinhos Uruguai, Paraguai e Argentina. As provas campeiras foram o ponto alto no Parque Nicanor Kramer da Luz, palco do rodeio. Elas começaram ainda no dia 1º, na Cancha da Ferradura, e não pararam nas 24 horas do dia. Para a realização das provas de laço 2,5 mil cabeças de gado foram utilizadas em um revezamento. A modalidade teve cerca de 3 mil inscritos. Para a gineteada foram usados 120 cavalos. O Rodeio de Vacaria teve, no total, a participação de 199 entidades tradicionalistas nos concursos artísticos. Foram 7 mil inscritos nas provas artísticas, sendo 85 grupos de danças tradicionais. No total, 10 veículos e seis motos foram distribuídos aos vencedores, num total de R$ 800 mil. Pela primeira vez, um santanense conseguiu conquistar o primeiro lugar na prova de Trova a Martelo, trata-se
O trovador Luciano Quines conseguiu a grande façanha de conquistar o troféu de 1º lugar na modalidade Trova de Martelo no Rodeio Internacional de Vacaria – RS do trovador Luciano Quines que esteve participando do evento representando o CTG Presilha do Pago da Vigia. Luciano disse estar muito feliz de poder trazer o título de campeão da “Copa do Mundo dos Rodeios” para Sant’Ana do Livramento. “É uma premiação muito importante para a gente, porque todos os participantes chamam o rodeio de “A Vacaria dos Sonhos” e consideram o rodeio a “Copa do Mundo” do tradicionalismo. Lá, por ter essa magnitude e por ser a maior festa gaúcha da América Latina, quem ganha no Rodeio de Vacaria, com certeza, também ganha uma fama diferenciada. Pode passar o tempo que for, tu vai ser sempre lembrado como campeão de Vacaria. E, sem dúvida, abre muitas portas para o nosso trabalho também. É um título que muitos querem e poucos conseguem” disse. Segundo Quines, ao todo 40 competidores estiveram demostrando seus talentos com a rima, sendo um encontro dos melhores do Brasil. “Na minha carreira tem muitos troféus conquistados, mas mantinha esse sonho de ser campeão lá em Vacaria para marcar meu nome na história
da trova em nosso estado. Este ano consegui realizar”. Foi seguindo os passos do pai que, ainda criança, Luciano Quines, 33 anos, começou a brincar com suas primeiras rimas lá em sua infância. Acostumado a frequentar os ambientes galponeiros desde guri foi apreendendo com os mais velhos sobre os valores da nossa história e tradição e fazendo as suas primeiras improvisações. Hoje, aos 33 anos, se considera um profissional na arte do improviso nos concursos de trova Rio Grande onde coleciona diversas premiações pelos lugares por onde passou. Agora, colocou em sua estante a mais importante delas: Campeão de Vacaria 2020.

Lorenzoni e Camozzato oficiam MP de Contas sobre projetos do governo que reestruturam carreiras

Os deputados Rodrigo Lorenzoni (PL) e Felipe Camozzato (NOVO) protocolaram na tarde desta quarta-feira (17), no Ministério Público de Contas do Estado do Rio Grande do Sul, ofício alertando o Procurador-Geral Ângelo Borghetti sobre possível manobra fiscal imprudente e gestão temerária por parte do governador Eduardo Leite.   A decisão de recorrer ao MPCRS foi tomada após os deputados conhecerem