qua, 17 de julho de 2024

LOGO GRUPO A PLATEIA capa branco
Variedades Digital | 13 e 14.07.24
Aplateia Digital | 13 e 14.07.24

Última Edição

Prefeitura de São Leopoldo descarta caso suspeito de coronavírus

Conforme município, diagnóstico foi dado pelo Laboratório Central do Estado, que revelou que homem tem gripe H1N1. Outro caso foi descartado em Curitiba, no Paraná.

A Prefeitura de São Leopoldo descartou, nesta quarta-feira (29), que um paciente esteja portando coronavírus. O caso era um dos três suspeitos monitorados pelo Ministério da Saúde em todo o país.

Secretaria de Saúde do Paraná também descartou um caso suspeito nesta quarta. Em Belo Horizonte (MG), a investigação continua.

Segundo o município de São Leopoldo, o paciente, internado na UPA Scharlau, está com diagnóstico de gripe H1N1. Amostras de material coletado na terça (28) foram enviadas ao Laboratório Central do Estado (Lacen), que revelou o resultado.

“O paciente será medicado para o devido tratamento, que é realizado com Tamiflu”, afirma a nota da prefeitura.

G1 entrou em contato com a Secretaria Estadual de Saúde do RS, que informou que só vai falar sobre o caso no boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, que vai sair às 16h.

A prefeitura citou ainda que havia um segundo caso suspeito, de um amigo que teve contato com o primeiro, que apresentou quadro febril na noite de terça. Ele também apresentou melhora, e não teve nenhuma alteração nos exames laboratoriais.

“Haja visto que a suspeita se devia pelo contato com o primeiro paciente oriundo da China, também receberá medicamento para Gripe H1N1”, acrescenta a nota.

A Prefeitura de São Leopoldo descartou, nesta quarta-feira (29), que um paciente esteja portando coronavírus. O caso era um dos três suspeitos monitorados pelo Ministério da Saúde em todo o país.

Secretaria de Saúde do Paraná também descartou um caso suspeito nesta quarta. Em Belo Horizonte (MG), a investigação continua.

Segundo o município de São Leopoldo, o paciente, internado na UPA Scharlau, está com diagnóstico de gripe H1N1. Amostras de material coletado na terça (28) foram enviadas ao Laboratório Central do Estado (Lacen), que revelou o resultado.

“O paciente será medicado para o devido tratamento, que é realizado com Tamiflu”, afirma a nota da prefeitura.

G1 entrou em contato com a Secretaria Estadual de Saúde do RS, que informou que só vai falar sobre o caso no boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, que vai sair às 16h.

A prefeitura citou ainda que havia um segundo caso suspeito, de um amigo que teve contato com o primeiro, que apresentou quadro febril na noite de terça. Ele também apresentou melhora, e não teve nenhuma alteração nos exames laboratoriais.

“Haja visto que a suspeita se devia pelo contato com o primeiro paciente oriundo da China, também receberá medicamento para Gripe H1N1”, acrescenta a nota.

Fonte: G1/RS

Foto: nReprodução/RBS TV

Lorenzoni e Camozzato oficiam MP de Contas sobre projetos do governo que reestruturam carreiras

Os deputados Rodrigo Lorenzoni (PL) e Felipe Camozzato (NOVO) protocolaram na tarde desta quarta-feira (17), no Ministério Público de Contas do Estado do Rio Grande do Sul, ofício alertando o Procurador-Geral Ângelo Borghetti sobre possível manobra fiscal imprudente e gestão temerária por parte do governador Eduardo Leite.   A decisão de recorrer ao MPCRS foi tomada após os deputados conhecerem