qua, 17 de julho de 2024

LOGO GRUPO A PLATEIA capa branco
Variedades Digital | 13 e 14.07.24
Aplateia Digital | 13 e 14.07.24

Última Edição

Leite apoia andamento de lei que beneficia pessoa com deficiência

Governador Leite participou do início da 3ª Semana de Conscientização sobre Síndrome de Down - Foto: Gustavo Mansur/Palácio Piratini

Foi no Palácio Piratini, nesta quinta-feira (21), que ocorreu o início da 3ª Semana de Conscientização sobre Síndrome de Down. Instituída pela Lei 14.866, de 2016, a programação envolve projeções de filmes, exposição fotográfica, caminhadas, atividades culturais, palestras e rodas de conversa sobre o tema. A ideia é promover esclarecimento de dúvidas e divulgar formas de inclusão. A semana de eventos termina na próxima quinta-feira (28).

O governador Eduardo Leite ressaltou a importância da programação. “Além de pensar em melhorias para quem tem Síndrome de Down, também temos de trabalhar a sociedade para incluir todas as pessoas, respeitando as diferenças”, explicou, parabenizando todos que lutam pela causa.

Como forma de demonstrar o comprometimento com o tema, o governador garantiu que providenciará que o Projeto de Lei (PL) 193, de 2018, que institui a Lei Gaúcha da Acessibilidade e Inclusão da Pessoa com Deficiência, seja retomado na Assembleia. O PL iria à votação no ano passado, mas foi arquivado devido ao encerramento do período legislativo.

Autor da Lei nº 14.866 e pai de Arthur, jovem de 12 anos com Down, o deputado estadual Eduardo Loureiro explicou que o acolhimento da sociedade é fundamental para o desenvolvimento pessoal de cada criança que nasce com a deficiência genética. “A síndrome é causada por uma alteração genética, que determina características específicas e, também, algumas limitações. Os jovens com Down, porém, têm muitas potencialidades, e podem alcançar níveis altos de desenvolvimento, desde que sejam acolhidos e estimulados de maneira apropriada”, detalhou.

O parlamentar também saudou a disposição do governo estadual em realizar o lançamento da campanha no Palácio Piratini pela primeira vez desde que foi criada.

Sentado ao lado do governador, o escritor Vinícius Streda, autor do livro “Nunca Deixe de Sonhar”, mostrou que as limitações impostas pela condição genética não o impedem de alcançar os objetivos que almeja. “Assim como o governador, estou morando sozinho agora”, brincou.

O presidente da Associação dos Familiares e Amigos do Down, Vicente Fiorentini, comemorou as conquistas individuais de cada Down e, também, o avanço das políticas públicas de inclusão, mas reforçou que ainda é preciso investir na disseminação de informações a respeito do tema.

Neste ano, a abertura e a programação foram elaboradas e serão realizadas em conjunto entre o RS e a prefeitura de Porto Alegre. O secretário de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Catarina Paladini, reconheceu a importância do PL 193 e garantiu que o RS busca avançar em termos de políticas públicas que estimulam a inclusão. Paladini ressaltou o trabalho da Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência e com Altas Habilidades no Rio Grande do Sul (Faders), órgão que promove a universalização de ações que garantam a equiparação de oportunidades, o acesso aos direitos constitucionais e a cidadania desse segmento populacional.

Texto: Suzy Scarton
Edição: Marcelo Flach/Secom

Governador Leite participou do início da 3ª Semana de Conscientização sobre Síndrome de Down – Foto: Gustavo Mansur/Palácio Piratini

Executivo pode estar querendo induzir Legislativo a irregularidade, adverte Lorenzoni

Depois de conhecer a estimativa do governo para o custo do pacote que prevê a reforma nas carreiras do funcionalismo, o deputado Rodrigo Lorenzoni foi à tribuna da Assembleia Legislativa RS, para manifestar suas principais preocupações. A bancada do PL, segundo o líder Rodrigo, “respeita, reconhece a importância do trabalho do servidor público e, da mesma forma, reconhece a legitimidade