seg, 15 de julho de 2024

LOGO GRUPO A PLATEIA capa branco
Variedades Digital | 13 e 14.07.24
Aplateia Digital | 13 e 14.07.24

Última Edição

Segundo período de matrículas começa em 28 de janeiro

Colégio Estadual Piratini

O segundo período de matrículas para os estudantes que se inscreveram nos primeiros anos do Ensino Fundamental e Médio, ou pediram transferência de instituição de ensino, começa na segunda-feira (28) e termina no dia 8 de fevereiro. O procedimento será realizado diretamente na escola designada ao aluno.

A diretora-adjunta do Departamento de Planejamento (Deplan) da Secretaria Estadual da Educação, Neri Barcelos, ressalta que é importante os estudantes não perderem o prazo. “A matrícula só vai se confirmar se o aluno comparecer à escola designada com todos os documentos necessários. A simples inscrição no site da Seduc não basta.”

Atestado de vacina

Na matrícula será solicitada a apresentação do atestado de vacinação atualizado para os alunos do primeiro ano do Ensino Fundamental. O objetivo é disseminar nos pais dos alunos a importância da vacinação das crianças nesta idade.

Documentos exigidos

Os documentos necessários são carteira de identidade ou certidão de nascimento do aluno; identidade do responsável; comprovante de residência; comprovante de escolaridade e carteira de vacinação atualizada para os alunos do primeiro ano do Ensino Fundamental.

Terra sem-lei

Certamente você já ouviu falar na expressão “terra sem-lei”. A expressão refere-se a um lugar onde todos fazem o querem, sem pensar nas consequências, o que não é o caso do Brasil. O exemplo claro disso é a decisão, desta semana, do juiz Everton Padilha Soares, do Juizado Especial Cível da Comarca de Sant’Ana do Livramento. O magistrado condenou o

Agilidade para liberar renegociação

Só depende de votação do Senado Federal a criação de um REFIS para os débitos contraídos pelos partidos políticos brasileiros em razão de descumprimento de obrigações referentes a prestações de contas, cumprimento de prazos ou ainda por eventual uso indevido de recursos de fundos partidário ou eleitoral. A Câmara dos Deputados já aprovou a PEC que propõe o refinanciamento de