qua, 17 de julho de 2024

LOGO GRUPO A PLATEIA capa branco
Variedades Digital | 13 e 14.07.24
Aplateia Digital | 13 e 14.07.24

Última Edição

Idosa é atropelada na Rua dos Andradas e demora no atendimento revolta populares

Idosa é atropelada na Rua dos Andradas e demora no atendimento revolta populares

Uma idosa uruguaia foi atropelada na tarde desta sexta-feira(21) quando tentava atravessar a Rua dos Andradas. Segundo informações de populares, quando a vítima começou a travessia um veículo FORD/FIESTA de cor preta avançou sobre ela, derrubando a idosa que caiu e bateu a sua cabeça no chão. A partir daí começou uma verdadeira corrida contra o tempo em pouco minutos dezenas de pessoas cercaram a vítima que se contorcia no chão. Tanto o SAMU quanto a Brigada Militar foram acionados. A BM compareceu primeiro demorando alguns minutos para atender o chamado, mas o fato que causou uma verdadeira revolta nos populares foi a demora da ambulância do SAMU que segundo alguns relatos demorou mais de 30 minutos para comparecer no local.

Em fim os socorristas chegaram e a vítima recebeu os primeiros socorros sendo colocada posteriormente na ambulância e encaminhada para a Santa Casa. O motorista que causou o atropelamento ficou no local prestando socorro à vítima e cooperando com o registro de ocorrência.

Neste caso cabe-se salientar que o atendimento da SAMU acontece por meio de uma central localizada na cidade de Porto Alegre que recebe todos os pedidos e chamados de socorro e posteriormente solicita os serviços para as cidades, fato que muitas vezes contribui para a demorar na chegada no local para prestar o devido socorro às vítimas.

Texto e fotos : Matias Moura

Executivo pode estar querendo induzir Legislativo a irregularidade, adverte Lorenzoni

Depois de conhecer a estimativa do governo para o custo do pacote que prevê a reforma nas carreiras do funcionalismo, o deputado Rodrigo Lorenzoni foi à tribuna da Assembleia Legislativa RS, para manifestar suas principais preocupações. A bancada do PL, segundo o líder Rodrigo, “respeita, reconhece a importância do trabalho do servidor público e, da mesma forma, reconhece a legitimidade