qua, 17 de julho de 2024

LOGO GRUPO A PLATEIA capa branco
Variedades Digital | 13 e 14.07.24
Aplateia Digital | 13 e 14.07.24

Última Edição

Ex-comandante do RPmon integra equipe do ministério da Segurança, em Brasília

Nesta semana o Tenente Coronel Marcelo Gayer Barboza esteve em Livramento para tratar assuntos sobre o Programa Nacional de Proteção Integrada das Fronteiras

Nesta semana o Tenente Coronel da Brigada Militar Marcelo Gayer Barboza, ex- comandante do 2º RPmon e sub-comandante regional da BM esteve em Santana do Livramento junto com uma equipe de profissionais que integram o Ministério da Segurança Pública em Brasília e estão trabalhando no desenvolvimento do Programa Nacional de Proteção Integrada da Fronteira. São membros da equipe profissionais da área da segurança pública como policiais civis e militares, além de representantes das forças armadas como Exercito Maninha e Aeronáutica, e Policiais Rodoviários e Federais.
Em uma reunião realizada no dia 11 de Dezembro no auditório do 2º RPmon que contou com a presença de diversas autoridades da região foi apresentado o projeto que visa coletar informações sobre as diferentes regiões do país e suas fronteiras, desde as divisas com os países vizinhos e entre os estados.
Segundo informações repassados durante a apresentação do projeto grandes são as dificuldades de guarnecer todas as fronteiras de um país com dimensões continentais como o Brasil. Além disso, os problemas enfrentados na área da segurança pública nas regiões brasileiras variam bastante um cada estado tem a sua peculiaridade e isso dificulta ações padronizadas em todo o território. Somente no Rio Grande do Sul, hoje são 1.800 quilômetros de fronteira para ser guarnecida, praticamente a mesma distância de fronteira entre México e Estados Unidos.
Para o Coronel Marcelo Gayer , que também foi diretor do Presidio Central de Porto Alegre esté assumir o cargo de diretor operacional da “SENASP” ( Secretaria Nacional da Segurança Pública) é um grande desafio unificar as forças de segurança do país. “Minha função lá e representar o estado do Rio Grande do Sul fazendo este elo de ligação com Brasília. A gente busca lá recursos, equipamentos, adquirir conhecimento como boas práticas feitas em outros estados. Nesta reunião hoje estamos tratando deste programa que envolve o gabinete de segurança institucional da presidência e todos os outros ministérios que discutem toda a sua problemática relativa a questão da segurança nas fronteiras. Incialmente nós fizemos um estudo e agora estamos fazendo um diagnóstico indo nos estados para ver realmente um enloco a real situação de nossas fronteiras para ver a possibilidade de possíveis investimentos nas áreas mais necessitadas e também fomentar o trabalho conjunto das forças federais, estaduais e municipais” destacou o Coronel.

Programa Nacional de Proteção Integrada da Fronteira foi apresentando em Livramento durante reunião no RPmon. Coronel Gayer falando sobre o programa.

Executivo pode estar querendo induzir Legislativo a irregularidade, adverte Lorenzoni

Depois de conhecer a estimativa do governo para o custo do pacote que prevê a reforma nas carreiras do funcionalismo, o deputado Rodrigo Lorenzoni foi à tribuna da Assembleia Legislativa RS, para manifestar suas principais preocupações. A bancada do PL, segundo o líder Rodrigo, “respeita, reconhece a importância do trabalho do servidor público e, da mesma forma, reconhece a legitimidade