ter, 16 de julho de 2024

LOGO GRUPO A PLATEIA capa branco
Variedades Digital | 13 e 14.07.24
Aplateia Digital | 13 e 14.07.24

Última Edição

Rio Grande do Sul está entre os estados com redução de óbitos por AIDS

No país, melhoria no diagnóstico, ampliação do acesso à testagem e redução do tempo entre o diagnóstico e o início do tratamento derrubaram casos e óbitos no mesmo período

O novo Boletim Epidemiológico de HIV/Aids – lançado nesta terça-feira (27/11) durante evento de celebração dos 30 anos do Dia Mundial de Luta contra a Aids, em Brasília – revela que no período de 2014 a 2017, houve uma redução no coeficiente de mortalidade no Rio Grande do Sul, que caiu de 10,6 óbitos por 100 mil habitantes, em 2014, para 9 óbitos em 2017, o que representa uma redução de 15%. Em relação aos casos, desde o ano de 2014, também se observa redução da taxa de detecção de aids no Rio Grande do Sul. Eram 39,5 casos por cada 100 mil habitantes, em 2014, e, em 2017, são 29,4 para cada 100 mil habitantes, o que representa uma redução de 25,5%.