seg, 17 de junho de 2024

Variedades Digital | 15 e 16.06.24

Santa Casa paralisa atividades a partir de segunda-feira (10)

Mais uma vez, o presidente do Sindisaúde diz que é eminente o risco do hospital fechar as portas

A Santa Casa de Misericórdia continua na mesma situação da falta de dinheiro. Outra vez isso repercute para os trabalhadores. Até o momento, uma folha e meia de salário e alguns vales-alimentação ainda estão atrasados.
Segundo Silvio Madruga, presidente do Sindisaúde, a partir de segunda-feira (10) os colaboradores iniciam a paralisação. Às 9h, ficarão uma hora paralisadas como forma de protesto.
“As pessoas da Santa Casa estão pagando para trabalhar. É muito difícil a gente pensar numa greve porque o sindicato e nem a categoria quer, nós cuidamos das pessoas, mesmo trabalhando sem receber”, comenta Madruga.
Não é a primeira vez que Madruga diz que é eminente o risco do hospital fechar as portas. A Santa Casa tem três contratos, um federal da saúde plena que repassa aproximadamente 700 mil reais, mas 200 mil são descontados de um empréstimo. Contrato do estado de 384 mil, que a cada 60 dias de serviço o valor é repassado para a Santa Casa e o contrato municipal, que está atrasado pela prefeitura no valor de 200 a 400 mil.
Segundo Wainer Machado, diretor do hospital, “O Estado não repassou o valor referente ao mês de junho. Com esse valor, segundo a programação, seria realizado o pagamento do mês de julho dos funcionários. Ao total são 36 dias de atraso referente ao mês de julho”, destaca.

Por: redacao@jornalaplateia.com

Solidariedade em prol do RS

Chegamos aos 80 mil Nessa jornada todos foram extremamente importantes. Nós, voluntários, queremos continuar. As doações pararam… estamos praticamente sem recurso financeiro para compra dos insumos. Estamos com novo pix,  Leda 51998075161 Nos ajuda a ajudar os outros. Obrigada Turma do Cachorro Quente menos