seg, 17 de junho de 2024

Variedades Digital | 15 e 16.06.24

Vacinação contra pólio e sarampo começa hoje

Começa nesta segunda-feira (06) a vacinação contra a pólio e o sarampo no Rio Grande do Sul. Todas as crianças de um ano a menores de cinco anos devem se vacinar, independentemente da situação vacinal. No estado, são mais de 528 mil crianças na faixa etária e a meta é vacinar, pelo menos, 95% delas. A campanha ocorre até o dia 31 de agosto.

O dia D de mobilização nacional será no dia 18 deste mês, quando aproximadamente 2 mil postos de vacinação no estado estarão abertos para a imunização. A campanha acontece para aumentar os índices de cobertura vacinal e, assim, diminuir a possibilidade de retorno da pólio e a propagação do sarampo, doenças que já eram consideradas eliminadas no Brasil.

         SARAMPO – O sarampo não era registrado no país desde 2015. Contudo, neste ano, voltaram a ser registrados diversos casos, inclusive, já causando cinco mortes no Norte do país. No Rio Grande do Sul, até o momento, são 13 casos confirmados em pessoas com histórico de viagem à Europa e ao Amazonas ou em pessoas com contato próximo a elas.

PÓLIO – A pólio, também chamada de poliomielite ou paralisia infantil, está erradicada do Brasil desde 1994, o último caso registrado no estado foi em 1983.

Neste modelo da campanha que ocorre este mês, a vacinação é indiscriminada, ou seja, ela é indicada para todas as crianças dessa faixa etária, independente se estão com as doses de rotina em dia ou não e desde que não tenham sido vacinadas nos últimos 30 dias.

VACINAS – As vacinas utilizadas para esta estratégia serão a vacina oral da poliomielite (VOP) e a tríplice viral, que protege contra o sarampo, rubéola e caxumba. Esta também será uma oportunidade para que as crianças atualizem a vacinação de rotina.

A vacina da pólio prevista está disponível durante o ano todo nos postos e é indicada para crianças menores de 1 ano de idade em 3 doses: a primeira dose aos 2 meses de idade, seguidas de outras duas, aos 4 e 6 meses, todas elas injetáveis. A proteção é completada com dois reforços da vacina oral, aos 15 meses e aos 4 anos.

Em relação ao sarampo, a proteção ocorre por meio da vacina tríplice viral, indicada no calendário básico quando a criança completa 1 ano de idade. Aos 15 meses, ela é complementada com a vacina tetraviral, que protege contra as mesmas três da tríplice viral acrescida da varicela (ou catapora).

Solidariedade em prol do RS

Chegamos aos 80 mil Nessa jornada todos foram extremamente importantes. Nós, voluntários, queremos continuar. As doações pararam… estamos praticamente sem recurso financeiro para compra dos insumos. Estamos com novo pix,  Leda 51998075161 Nos ajuda a ajudar os outros. Obrigada Turma do Cachorro Quente menos