ter, 21 de maio de 2024

Variedades Digital | 18 e 19.05.24

Novo Tempo

Produto é comercializado na própria Agroindústria e em estabelecimentos da cidade (Foto: Matias Moura/AP)

A reportagem do Jornal A Plateia foi conhecer o trabalho do casal Márcio e Claudia que há três anos apostaram em uma nova atividade profissional dentro de sua propriedade. A fabricação de queijos artesanais

“Nosso grande sonho é poder levar um dia, quem sabe, o nosso queijo para apresentar na Expointer ”

Entre as mais variadas atividades econômicas desenvolvidas em nosso município, as agroindústrias estão em pleno desenvolvimento, gerando emprego e renda para a nossa cidade. Já são mais de 70 empresas que estão produzindo todo o tipo de produtos ligados a nossa cultura, história e gastronomia. Podemos afirmar, segundo dados do Serviço de Inspeção Municipal, que Livramento hoje é uma referência no quesito agroindústria produzindo desde o tradicional charque, linguiça, aos mais doces mel dos campos da fronteira.
Mas é de um pequena chácara bem próxima ao centro da cidade que um sonho de mais de 20 anos ganhou vida há pouco mais de três anos, como conta o produtor Márcio Ávila.” Eu tinha esse sonho que era produzir queijo. Já são mais de 20 anos de trabalho com tambo e em um das visitas ao estante das agroindústrias na Expointer tive contanto com a atividade e me interessei pelo assunto. Daí fiz alguns cursos para aprender a produzir queijo e hoje está ai, há três anos com a Novo Tempo”.
É dentro da pequena propriedade que todo o processo acontece, desde a madrugada com o trato com os animais, a ordenha e em seguida a produção propriamente dita dentro de uma sala especial projetada especialmente para a manipulação de alimentos. É ali onde o leite passa por todo um processo até virar uma massa que depois é enformada e colocada para maturar. Tudo artesanal. Ele cuida da mão de obra direta e do manejo, em quanto isso Claudia é responsável pela embalagem do produto, comercialização, divulgação, emprega e outros serviços da empresa. Apesar da vida intensa e puxada, o casal diz que se sente realizado com o retorno dos seus clientes. Hoje são produzidos três tipos de queijo na propriedade que manipula em média 3 mil litros de leite por mês. “Nosso grande sonho é poder levar um dia quem sabe o nosso queijo para apresentar na Expointer, pois lá possui um grande concurso. Imagina o nosso ficar em três os primeiros seria uma grande felicidade” comenta Márcio.
Sobre o futuro, o casal diz que talvez terá que ampliar os negócios para dar conta da grande demanda do produto que é comercializado em férias e também em alguns estabelecimentos do município. Estamos pensando nisso, porque somos só nós dois. Quem sabe mais pra frente a gente não consiga expandir e contratar mais pessoas também” encerra o produtor.
A empresa Novo Tempo, com apenas 3 anos de funcionamento já se tornou referência na qualidade do produto, tanto é que desde sua criação pessoas dos mais variados lugares já foram até a propriedade para conhecer todo o processo e se espelhar no modelo implantado pelo casal.
Com uma paisagem típica da nossa região ao fundo da propriedade, e amor e dedicação ao trabalho, Márcio e Claudia são mais um belo exemplo de que é possível correr atrás dos sonhos e realizá-los também.

Márcio produz queijos tradicionais e temperados
(Foto: Matias Moura/AP)
Agroindústria começou há três anos as atividades no município (Foto: Matias Moura/AP)
Produto é comercializado na própria Agroindústria e em estabelecimentos da cidade
(Foto: Matias Moura/AP)

Por: Matias Moura – matiasmoura@jornalaplateia.com