PUBLICIDADE fael 12.03

Tragédia

Mulher vítima de atropelamento morre após uma semana internada

Acidente aconteceu na Almirante Tamandaré com um ônibus de turismo

A uruguaia de 49 anos de idade que foi atropelada por um ônibus de Turismo no último dia 7 de abril não resistiu aos ferimentos e morreu nesta sexta-feira (13). Miriam Raquel Brasil Fagundes foi internada em Rivera e depois encaminhada para a capital, Montevidéu.

 

O caso

O acidente aconteceu na tarde do sábado, dia 7, na Avenida Almirante Tamandaré na  frente do Parque Internacional a poucos metros da Rua dos Andradas. De acordo com o boletim de ocorrência registrado na DPPA – Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento, a vítima, identificada como Miriam Raquel Brasil Fagundes, 49 anos, sofreu graves lesões nas duas pernas vindo a ter fratura exposta em pelo menos uma e perda considerável de tecido, músculo e sangue em ambas.

 

A cena chocou quem cruzava pelo local no momento do atropelamento pela gravidade imediatamente constatada. Acionada, a ambulância do SAMU comparece no local para fazer a remoção da vítima e encaminhar para Santa Casa de Misericórdia antes de ser trasladada para vizinha cidade de Rivera. Na ocasião testemunhas disseram que o filho da vítima agrediu o motorista do ônibus. Vagner Adalberto dos Santos Brandão, motorista do ônibus que pertence à empresa Transvaltur, da cidade de Pelotas, foi encaminhado à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento onde prestou depoimento sobre o ocorrido.

 

Questionado pela reportagem sobre as circunstâncias do atropelamento, Vagner Brandão disse que chegou a conversar com a vitima tão logo conseguiu parar o veículo e que teria escutado um barulho. Ao descer, percebeu o atropelamento. “Eu cheguei a conversar com ela. A senhora me disse que sentiu uma tontura, por isso caiu do lado do ônibus que estava em movimento. Quando vi o que ocorreu imediatamente fui ao seu auxílio”, disse o motorista à reportagem do Jornal A Plateia já na DPPA. O motorista também efetuou um boletim de ocorrência em função das ameaças que sofreu e, segundo ele, com intenção de preservar a sua integridade e dos passageiros. Por volta das 19h30 o ônibus com todos os passageiros deixou a cidade. A vítima do atropelamento foi levada para o hospital da vizinha cidade de Rivera e depois para a capital Montevidéu.

Por: Administrador - 13/04/2018 às 0:00

 

Deixe seu comentário