PUBLICIDADE faculdade Fael

Especial

O Jornal A Plateia protagoniza mudanças

Edição semanal virá com novidades a partir de 3 de fevereiro. Confira também como ficará o jornalismo no website, TV A Plateia e rádio RCC FM

O Jornal A Plateia dá um passo importante ao migrar seu conteúdo diário para a plataforma digital. A notícia estará ao alcance do leitor na hora em que ela acontece. Isto mesmo. Não é preciso esperar pelo dia seguinte para saber o que acontece na Fronteira, basta acessar o site www.aplateia.com.br e ficar informado. Quem nos acompanha pelo jornal impresso poderá nos seguir pelo Digital em nosso site e acompanhar chamadas ao vivo também pelas nossas redes sociais. Serão mais notícias, conteúdo, informação e entretenimento 24 horas por dia. O Jornal A Plateia alcançou a marca de 100 mil seguidores no Digital e entendeu que o nosso público quer ver e saber da notícia na hora que ela acontece. Esperar o dia seguinte para saber fatos e acontecimentos não é mais a dinâmica atual.
A edição de final de semana ganha um novo objetivo, focada em fazer a diferença, gerar conteúdo inteligente e debate dentro da sociedade. O Jornal semanal será mais robusto, levando conteúdo além da mera informação, fruto de um trabalho investigativo e assumindo o papel de agente de transformaçã. O Jornal A Plateia semanal chegará com força e expectativa. Junto dele, centenas de parceiros e anunciantes farão parte desta nova fase e história do Jornalismo da Fronteira. A circulação também será ampliada e juntamente com o Jornal A Plateia, as demais plataformas farão parte desta mudança.

O que você deseja saber?

- Quais as expectativas para a mudança de diário para semanal?
Nós, do Grupo A Plateia, fazemos a melhor expectativa possível. Alcançamos a marca de 100 mil seguidores na internet além dos milhares de acesso diários ao nosso site, então, a intenção é multiplicar nossa visibilidade e convidar o leitor do papel a fazer parte dessa evolução e mudança e nos adequarmos a nova plataforma de levar a informação e conteúdo jornalístico durante a semana. O setor comercial crescerá junto, pois as marcas de nossos parceiros terão mais visibilidade e alcance dentro e fora do nosso site. A internet será uma plataforma ilimitada de recursos para fazer do nome A Plateia uma marca cada dia mais presente na vida do fronteiriço e no Estado.

- Como se dará esse processo?
A mudança é tirar o jornal em papel da circulação diária e colocá-lo no digital, com um conteúdo diferenciado, amplo e dinâmico. A Redação estará mais próxima da comunidade, mais presente na rua e próxima do fato e irá interagir ainda mais com a Rádio e TV Web. Aos finais de semana o Jornal será impresso levando conteúdo para se tornar o centro do debate na sociedade com matérias mais desafiadoras e instigantes ao nosso leitor. A edição também será ampliada em números de páginas e conteúdo, incluindo o Variedades. Os anúncios irão migrar para a edição de final de semana e a equipe terá produtos diferenciados no online, website e TV A Plateia para comercialização e levar jornalismo de qualidade, aliado ao entretenimento.

- Quais as motivações para esta decisão?
Entendemos que o nosso leitor quer saber da notícia na hora que ela acontece. O jornal diário se tornou dispendioso e com uma logística complicada que não atende e não corresponde mais as 100 mil pessoas que se tornaram público da Plateia. Nossa proposta é levar notícia na hora, com informação clara e objetiva. O jornal está mudando e hoje existem inúmeras plataformas para ficar informado, a TV, a internet se tornaram vetores mais rápidos e entendemos que este é o canal para a evolução.
O jornal diário ganhará instantaneidade no Digital, então, passaremos ao semanal levando conteúdo inteligente para além da informação dos fatos, vamos gerar conteúdo e debate.

- Como está a equipe hoje? Quantos profissionais na redação?
Manteremos a Redação como ela está. Os repórteres distribuídos nas suas editorias, o arte-finalista, dois editores de vídeo, repórteres especiais da TV, cinegrafista e a liderança do profissional Paulo Leal que traz os trinta anos de experiência para alavancar, qualificar e profissionalizar ainda mais a TV A Plateia.
O website aberto (sem assinatura) e com conteúdo ilimitado será o portal de principal propagação da notícia. Dia a dia, quem quiser, poderá conferir nossa plataforma pelo endereço: www.aplateia.com.br.

- As mudanças atingirão a TV? De que maneira?
A TV é um dos principais focos de mudança, ampliaremos a programação com mais entretenimento de produção local. Mais programas informativos, de entrevista e dois telejornais que levarão a notícia dia a dia. A TV WEB ganhará cada vez mais um formato de TV profissional, contudo, manterá o seu contato direto com a comunidade e interação com o telespectador. Vamos produzir quadros especiais e temáticos. A TV ganhará um novo estúdio e mais investimento.

TV A Plateia amplia sua programação 

Com as mudanças e inovações promovidas no Jornal A Plateia, o Grupo anuncia também a ampliação da programação da TV A Plateia. Além dos conteúdos atuais, como o Jornal das Cinco, Fronteira como ela É, previsão do Tempo, Aperitivo, Tribuna, Santanenses pelo Mundo, Sobre Rodas e outros, a TV ganhará mais programas e quadros ligados ao jornalismo e área policial, esporte e entretenimento, como o programa Tchê me Dexa que tem a proposta de aliar informação e bom humor em uma dinâmica diferente do que já se viu na fronteira.
Fará parte desta evolução o colaborador Paulo Leal, que foi cinegrafista da RBS TV com quase trinta anos de experiência na TV que contribuirá em profissionalismo, edição e apresentação.
A Plateia: Qual será a maior contribuição do Paulo Leal neste primeiro momento de mudanças no Grupo A Plateia?
Paulo Leal: A TV A Plateia está caminhando no sentido certo. Estamos procurando fazer algo diferente e tornar a TV mais profissional. A nossa TV A Plateia sendo digital e presente na internet significa mais acesso da população na nossa programação. Na rua, no trabalho, em casa ou até em viagens. A TV está se tornando mais profissional e as pessoas já podem notar esta diferença.
A Plateia: A TV terá mais programação?
Paulo Leal: Vamos ampliar os programas e teremos mais chamadas em nossa programação. A ideia é fazer com que as pessoas acompanhem a TV diariamente como hábito e sinônimo de jornalismo e entretenimento de qualidade. Para o público de Rivera teremos uma programação policial diferenciada e vamos encher os olhos do internauta com conteúdo de qualidade.

RCC FM anuncia novos programas na sua programação 

A informação e o rádio jornalismo estarão mais presentes na RCC FM a partir de fevereiro. Assim como o Jornal da Manhã, o ouvinte terá a opção de acompanhar mais informação, entretenimento e conteúdo nas tardes de segunda à sexta. Um programa novo está chegando. As músicas que marcavam as tardes da RCC serão substituídas por conteúdo da economia, política, social e muito bom humor.
Aliado a estas mudanças, a Rádio RCC FM anuncia a contratação de Valdinei Lima, o conhecido “Didio” que comandará as tardes da rádio junto com a nova programação.
Didio é santanense e trabalhou por vários anos em Porto Alegre, onde atuou no canal Cultura, TV Manchete, Rede Pampa, Rádio Caiçara, Rádio Guaíba, TVE e TV Guaíba. Em Livramento, Didio desenvolveu trabalhos nas rádios Querência e Cultura e agora terá importante atuação na Rádio RCC FM. Em Porto Alegre, Didio foi professor em cursos de rádio do SESC e também na cidade de Lajeado.
A reportagem conversou com o mais novo colaborador, confira:
A Plateia: Como será o teu trabalho na equipe da RCC FM?
Didio: Eu venho somar com a equipe que já faz um trabalho excelente dentro da empresa. Quero contribuir com um trabalho voltado e pensado no ouvinte. Vamos desenvolver o radio jornalismo e aprofundar questões de interesse da comunidade. Minha carreira teve importante contribuição do jornalista Geraldo Canali que teve importantes atuações na Rede Bandeirantes entre 1994 e 1998, com o Jornal da Band e o Jornal da Noite. Ele foi um divisor de águas e me incentivou a me profissionalizar cada vez mais. Desejo trazer minha experiência para engrandecer a programação e levar qualidade para o ouvinte.

Por: Elis Regina - elisregina@jornalaplateia.com - 31/01/2018 às 0:00

 

Deixe seu comentário