PUBLICIDADE faculdade Fael

Bastidores

Mobilização pede consciência e respeito a ciclistas na fronteira

As ocorrências de, pelo menos, três atropelamentos que vitimaram ciclistas que circulavam pelas ruas de Livramento e Rivera, nas últimas duas semanas, motivaram uma reação do grande número de praticantes do ciclismo como atividade esportiva, de lazer ou mesmo como meio de transporte diário. Com o apoio da Intendência de Rivera, por exemplo, o grupo Trilheiros da Fronteira vai realizar, a partir das 20 horas (horário brasileiro), um grande passeio envolvendo ciclistas, motociclistas, carros, enfim, para protestar contra os crimes praticados contra trilheiros de várias áreas – lembrando os praticantes assassinados no fim de semana em Carazinho. A concentração para o passeio sairá da área ao lado do pub Frinn, atrás  do estádio Atilio Paiva Oliveira,  e percorrerá várias ruas da fronteira. No domingo, 21, a partir das 9 horas, uma grande manifestação pretende reunir o máximo possível de praticantes do ciclismo das duas cidades, no Parque Internacional, para um passeio visando alertar as autoridades e as comunidades de Livramento e Rivera sobre a necessidade de conscientizar motoristas de carro e motociclistas para um maior respeito aos ciclistas, que passaram a enfrentar mais riscos ainda após a desativação da ciclovia sem que fosse criada uma alternativa para essa prática.

Cresce número de acidentes

Levantamento extraoficial feito por um dos muitos grupos de ciclistas organizados na fronteira mostra uma realidade preocupante: o número de acidentes de trânsito – colisões, atropelamentos e outros – envolvendo usuários de bicicleta, em Livramento, deu um grande salto nos últimos meses, em Livramento. Antes bastante raros, os acidentes agora têm sido quase rotina. Entre novembro e a segunda semana de janeiro foram pelo menos cinco acidentes – no mais recente, um motociclista em alta velocidade atingiu uma ciclista que pedalava pela avenida João Goulart, próximo ao antigo módulo da BM. De fato, está mais do que na hora de os motoristas e pilotos em geral perceberem que não estão sozinhos no trânsito – e que não são definitivamente os donos das ruas.

Bons produtos em oferta

Livramento dá um grande passo na qualificação de sua relação com o turismo com a breve instalação, em pontos estratégicos de acesso e circulação no município, das novas placas de identificação dos locais e serviços de natureza turística. E, como se sabe, não são poucos, nesta fronteira tão especial e diferente do que se encontra em qualquer outro lugar no mundo. O secretário de Turismo e de Desenvolvimento, Calico Grisollia, ontem confirmou a chegada das placas informativas fornecidas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes – DNIT, a pedido da Adminstração Municipal. As placas indicam diversos locais de grande atração turística, como locais de tradição e cultura, vinícolas, pontos de atrativo natural, trilhas ecológicas, a Ferradura dos Vinhedos e, até, já antecipa indicação do acesso para o futuro complexo termal e turístico Amsterland, que está em construção. Mesmo curtindo merecidas férias, o Secretário comemorou a notícia – com sobradas razões, aliás. Um avanço muito importante para o crescimento do turismo receptivo em Livramento.

Por: ediselgarte@jornalaplateia.com WhatsApp (55) 84296522 - 19/01/2018 às 0:00

 

Deixe seu comentário

Outras Notícias

+ Notícias
PUBLICIDADE