Geral

Um novo capítulo para o trânsito

Secretaria de trânsito desfaz única ciclovia da cidade

Nessa quinta (9) a comunidade de Livramento tomou um grande susto: a ciclovia da Avenida João Pessoa sumiu. Numa rápida ação da secretaria de trânsito todos os tachões que delimitavam o que era avenida do que era a ciclovia foram retirados. A avenida se tornou uma só.
O secretário de trânsito, Ricardo Dutra, elencou uma séria de justificativas para a ação, dentre elas, de que o local era pouco usado pelos ciclistas. Questionado sobre a legalidade da ação, já que a ciclovia foi construída por meio de uma emenda da ex-senadora Emília Fernandes, ele disse: “Não é ilegal, estivemos pesquisando junto ao Ministério das Cidades. Era uma exigência, assim como os demais recursos de mobilidade, mas pela constatação a ciclovia não está se mostrando eficaz, além de prejudicar o trânsito no entorno, colocando em risco, inclusive, os ciclistas”.
O secretário Ricardo enumerou nove pontos que justificam, na visão da pasta, a retirada dos tachões e desfazimento da ciclovia.

1- solicitação do comércio;
2- pedido de providência de vereador;
3- falta de local para estacionar em toda extensão;
4- pouco uso, quase nada, pelos ciclistas;
5- uso inadequado pelos carros;
6- Ausência de local para estacionar, muitas infrações de estacionamento irregulares no outro lado da via;
7- Discussão no Conselho de Trânsito e exame da base legal, junto ao Ministério das Cidades, constatando que não existe nenhum impeditivo que seja retirada;
8- Está sendo projetado o Plano de Mobilidade Urbana e há a proposta, junto com a comunidade, de novas áreas para implantação de ciclovias;
9- Elaboração de um estudo, junto com Rivera, de uma grande avenida na fronteira, onde se criará um local mais adequado para caminhada e para ciclistas. Também se justifica no intuito de diminuir os conflitos de trânsito e facilitar o fluxo dos turistas

O que dizem os ciclistas 

Em conversa com a ciclista Cleia Ferreira, a santanense acredita que este é um grande erro e alega que a ciclovia era usada todos os domingos para passeios de grupos, inclusive grupos visitantes de outras cidades. Os grupos também possuem crianças e a ciclovia favorecia na segurança. Cleia não questiona que o local era invadido por carros, mas lamenta que, agora, Livramento perde o único local que ainda poderia ser usado por ciclistas com mais segurança. Cleia também questionou a falta de uma chamada pública ou diálogo com a comunidade antes da retirada da ciclovia, bem como a falta de aviso sobre a ação de ontem.

 

Por: Administrador - 10/11/2017 às 0:00

 

Deixe seu comentário