Jornal A Plateia - Livramento/RS. Notícia - Na vanguarda, PRF apresenta Centro de Treinamento para uso binacional

Pesquisar

 

Polícia

Polícia

Na vanguarda, PRF apresenta Centro de Treinamento para uso binacional

O espaço foi construído através de um convênio pioneiro com as Justiças Federal e Estadual, utilizando recurros oriundos de prestações pecuniárias. O custo total do projeto foi de R$ 104.000,00

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) inaugura o seu primeiro Centro de Treinamento no Rio Grande do Sul, na próxima quarta-feira (19), em Santana do Livramento. A obra está localizada na BR-158, ao lado da Unidade Operacional da PRF na cidade.
O custo total do projeto foi de R$ 104.000,00. O centro possui 96 metros quadrados de área construída e, além de funcionar como estande de tiro, poderá ser utilizado pelos órgãos de segurança locais para capacitações, atualizações profissionais e atividades de educação para o trânsito.
Com o objetivo de aprimorar a qualidade do serviço prestado para a sociedade, as capacitações e atividades realizadas no local ocasionarão, também, um espírito de cooperação ainda maior entre os órgãos de segurança do município. Além disso, toda a integração entre as forças da segurança se estenderá aos vizinhos uruguaios, que atuam do outro lado da Fronteira, e também poderão usufruir desse espaço, gerenciado pela Polícia Rodoviária Federal, mas feito para uso binacional.
“A solicitação foi feita com base de que seria um centro administrado pela Polícia Rodoviária Federal, mas de utilização binacional para todas as forças daqui da cidade e de Rivera”, revela Cristiano Vasconcellos, inspetor-chefe da Delegacia da PRF em Santana do Livramento.
Segundo o inspetor Cristiano Vasconcellos, o espaço se destaca por sua potencial utilização de diferentes formas:
“Tem aproximadamente 100 metros quadrados, vai ser multiuso, podendo ser utilizado como stand de tiro, para treinamento de abordagem, defesa pessoal, armamento menos letal, para palestras, para nosso Fetran, que é o projeto de educação para o trânsito de crianças. Ele pode ser usado praticamente para qualquer evento, contando com ambiente climatizado, indoor. Tem muitas possibilidades de uso”, salienta Vasconcellos.
Quanto à importância do Centro para a contínua qualificação policial e sua colaboração com o desenvolvimento do trabalho das forças de segurança na Fronteira da Paz, o inspetor-chefe Cristiano Vasconcellos é taxativo:
“A grandeza dele não dá nem para se mensurar, porque até o momento, aqui na cidade, não temos nenhuma opção pública para esta finalidade. Hoje contamos com um stand de tiro um indoor particular, mas centro de treinamento indoor não contamos com nenhum, nem particular. O que temos hoje é a Lolita da Brigada Militar e um espaço do Exército para fazer treinamentos, porém todos em espaços abertos, outro tipo de treinamento. Vai enriquecer de forma que não dá para nem se mensurar a capacitação dos servidores daqui da Fronteira”, enfatiza.

Por: redacao@jornalaplateia.com - 15/07/2017 às 11:11

 

Deixe seu comentário

Pesquisar