Política

Ferradura dos Vinhedos pode se tornar Roteiro Turístico oficial do Estado

Por proposição do deputado Luiz Fernando Mainardi (PT), o Roteiro Turístico Ferradura dos Vinhedos, localizado na área rural de Livramento, poderá ser instituída como rota oficial. O objetivo do Projeto de Lei, que foi protocolado na Assembleia Legislativa, é consolidar a iniciativa originalmente formulada pelo economista e professor da Unipampa ,Avelar Fortunato, que apresentou a ideia do Roteiro à Prefeitura. de Livramento ainda em 2013.
O projeto foi resultado de estudos, pesquisas e visitas realizadas pelo professor Fortunato e seus alunos desde 2010. Em 2014, a inciativa ficou entre os quatro projetos finalistas em duas categorias do II Prêmio Inovação Turismo RS realizado pela Secretaria de Estado do Turismo. O Roteiro inicia no quilômetro 561 da BR 158 (ou 293), segue por vias vicinais e retorna ao quilômetro 546 da mesma rodovia, onde finaliza.

Turismo, história e vinhedos

O professor Fortunato, que materializou o projeto, sustenta que, apesar de a origem da ideia remeter à localização das vinícolas, não se trata apenas de um Projeto Enoturístico. Segundo ele, existem, no percurso, várias e importantes referências à história e à cultura gaúcha. “Minhas pesquisas indicam que muitas coisas da história gaúcha aconteceram neste trajeto. O valor histórico do roteiro é maior do que a simples presença dos vinhedos”, sustenta.
Para o professor da Unipampa, a economia de Livramento está ligada fundamentalmente a atratividade dos Free Shops de Rivera e por isso custou a pensar em potencializar seus atrativos turísticos próprios. “Há uma informação equivocada de que Livramento é o segundo destino do Rio Grande do Sul, mas isso não se confirma. Estamos atrás de Gramado, Bento e da região dos Canions. É importante potencializar outros atrativos turísticos”, defende. 
Atualmente, o Roteiro é explorado por três Agências de Turismo da cidade, mas ainda não está consolidada como um percurso capaz de atrair os turistas que visitam a cidade para compras e outros, que poderiam vir exclusivamente para conhecer os valores naturais, culturais e históricos de Livramento. “Além de produção de frutas tradicionais, dos vinhedos, temos 12 pontos culturais, religiosos e cientificamente importantes, incluindo lendas, locais históricos e até pegadas de dinossauros, comprovadas cientificamente pela professora e bióloga Paula Diaz, da FURG”, informa Fortunato.

Rota oficial

Com a oficialização do Roteiro Turístico, o poder público municipal e estadual ficam autorizados a estabelecer parcerias com outas instituições públicas, como a Universidade, e entidades privadas para incentivar empreendimentos turísticos. O projeto de Lei autoriza, também, a busca de recursos em organismos de fomento nacionais e internacionais para financiar melhorias e inovações no percurso.
Para o deputado Mainardi, o Roteiro Turístico é uma ideia que consolida a região de Santana do Livramento como um polo turístico do estado. “Quando tomei conhecimento da iniciativa fiquei feliz e animado com a ideia. A apresentação do Projeto de Lei visa a consolidar o percurso com uma alternativa turística e facilitar o acesso a financiamentos para a sua qualificação”, explica Mainardi. Segundo o deputado, a ação é muito importante para o desenvolvimento da região e para o fortalecimento da imagem da fronteira oeste do Rio Grande do Sul nos roteiros nacionais de turismo. “Quero ajudar a incrementar o turismo, mas também ampliar o conhecimento histórico sobre a importância de Livramento para a história gaúcha e brasileira”, argumenta.
O Projeto de Lei deve entrar na pauta da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia até o final de agosto, quando será definido o seu relator. A expectativa do deputado é contar com o apoio da comunidade regional e aprovar o projeto até o primeiro semestre de 2018.

 

Por: redacao@jornalaplateia.com - 15/07/2017 às 10:24

 

Deixe seu comentário