ter, 7 de dezembro de 2021

A PLateia Digital - 04-05/12/2021

Última Edição

Bastidores – Rodeio da paixão gaúcha

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A grande paixão da significativa parcela da sociedade voltou mesmo com força após quase 2 anos fora da agenda de eventos em razão, principalmente, da mobilização comunitária contra a pandemia da Covid 19. O público lotou as arquibancadas da pista de provas da Associação e Sindicato Rural no primeiro rodeio pós-pandemia de Livramento, no fim de semana e feriado da Proclamação da República. O evento realizado pela Coordenadoria Municipal de Tradicionalismo e pela parceria formada pelos amigos Manoel Bento Falcão, Fernando Maria, Rubinho Cabreira e Dirnei, com o apoio da prefeitura municipal, disponibilizou álcool gel para o público, gerou vários empregos e ajudou a movimentar a economia. Em torno de 30 cidades participaram das provas de laço e gineteada.

REFIS

A Câmara Municipal aprovou em tempo recorde o projeto de REFIS para o acerto de contas com o Erário. Dívidas ajuizadas ou não poderão ser parceladas em até 120 vezes.

Zumbi no Legislativo

A Câmara de Vereadores transferiu para o próximo dia 26 de novembro a já tradicional solenidade de entrega da medalha de mérito Zumbi dos Palmares, instituída para reconhecimento da dedicação à luta contra a discriminação e pela igualdade racial em Livramento. Será homenageada a coordenadora do Clube de Mães do bairro Industrial, Zoraide Maciel.

Orçamento

No total, a Prefeitura estimou em R$ 371.640.822,00 a receita e a despesa do Município para 2022. Estão incluídos a Prefeitura (R$ 263.316.502,00), o SISPREM (R$67.578.500,00), o DAE (R$ 30.392.856,00) e a Câmara de Vereadores (R$ 10.352.964,00). O projeto deve ser votado até dia 15 e provavelmente terá emendas dos vereadores.

Voz da fronteira para as Américas

O ex-vereador, advogado e professor santanense João Batista Conceição participou esta semana, em Montevidéu, da Reunião de Parlamentares Afrodescendentes da América Latina e do Caribe, promovida pelo Fundo de População das Nações Unidas. Batista presidiu a Câmara em 2008 e exerceu vários cargos executivos na Prefeitura e DAE. A reunião em Montevidéu reuniu exatamente lideranças que têm ou tiveram ações importantes na construção de políticas para afrodescendentes. Batista foi o único representante brasileiro no encontro, que reuniu lideranças norteamericanas, colombianas, equatorianas, costariquenhas, ganeses, angolanas, uruguaias e mexicanas, entre outras. O encontro teve a participação da vice-presidente uruguaia, Beatriz Argimon, e resultou diretamente do trabalho da senadora Glória Rodrigues, única senadora negra do vizinho país. Na ocasião foi assinada pelos representantes dos países participantes a Carta Compromisso de Montevidéu a ser enviada aos parlamentos e governos da América Latina e do Caribe visando ao comprometimento com a população afrodescendente da região – cerca de 134 milhões de habitantes.

Arte e história

A partir de 7 de dezembro, o Espaço Cultural Braguay, que funciona junto à agência GraffitaÉ, na rua dos Andradas, retoma as atividades após quase 2 anos. Sedia vernissage do projeto “La purificación de los orientales”, do artista fronteiriço Pori Ferrer, que provoca uma revisita à história e à imagem construída do grande caudilho Gal. Jose Gervásio Artigas a partir de sua escolha de assentar acampamento reunindo 5 mil pessoas às margens do Rio Uruguai para a “purificação das almas” dos inimigos.

Engajamento

A Aliança Francesa em Livramento encontrou na arte uma forma de se integrar à mobilização pela sensibilização da sociedade proposta pela Semana da Consciência Negra no Brasil. Através do Departament de Théâtre et Culture, a AF selecionou o poema Femme Noire, de Léopold Sédar Senghor, interpretado por Helena Maia, Lenise Soares e Rogério Bras (foto), como forma de contribuição e posicionamento nessa luta presente no dia a dia da sociedade brasileira. Femme Noire é um poema de Léopold Sédar Senghor. Posiciona-se contra o colonialismo e reivindica a cultura negra, o modo de ver, a língua, o continente africano, o cruzamento: “Negritude é o simples reconhecimento do fato de ser negro, e a aceitação deste fato, do nosso destino como Negros, da nossa história e da nossa cultura”. Nascido em 1906, Senghor foi o primeiro Presidente da República do Senegal (de 1960 a 1981).