ter, 7 de dezembro de 2021

A PLateia Digital - 04-05/12/2021

Última Edição

Confira as dicas para cuidar de Suculentas, por Graciela Posada

Recofran tem setor de jardinagem e variedade em flores na filial da Saldanha da Gama
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Imagem: Divulgação

As suculentas são plantas que acumulam água nas raízes, caules, troncos, folhas, etc. São nativas de regiões secas, assim mantêm uma reserva para os períodos sem chuva.

Espécies:   Echeveria (Agavoides), Senecio (Colar de Pérola), Sedum (Dedo de Moça), Haworthia (Planta Zebra), Crassula (Jade), Adenium (Rosa do Deserto), Schlumbergera (Flor de Maio), Aloe (Aloe Vera), Sansivieras (Espada de São Jorge).

1 – Como Cuidar: 

A maioria precisa de muito sol para viver e algumas espécies, luz indireta ou poucas horas de exposição ao sol.

2 – Regas;  

As folhas das suculentas são carnudas e fofinhas e há uma explicação para isso, pois armazenam água em seu interior, tornando-as resistentes à seca.

Por isso precisam de pouca água para viver.

Para as suculentas, a sugestão é que no verão a rega seja feita uma vez por semana, e no inverno de uma a duas vezes por mês.

Quando se fizer a rega, molhar apenas o solo, evitando que a água caia nas folhas, pois podem apodrecer.

Devemos analisar o solo: se ainda estiver úmido, não é necessário molhar mais.

3 – Substrato: 

O melhor substrato para as suculentas é a mistura de duas partes de terra para cada duas partes de areia de construção, finalizando com pedrinhas.

Vamos conversar sobre as Sansivieras 

Sansivieras são as mais conhecidas e nativas do continente africano.

Tipos: Espada de São Jorge, Espada de Santa Bárbara, Lança de São Jorge, Lança de Ogum, Língua de Sogra, ou Rabo de Lagarto.

A espada de São Jorge e a Lança de São Jorge são consideradas um grande amuleto por afastarem todas as energias negativas, principalmente a inveja. Esta crença veio para o Brasil junto com os africanos.

Como são muito resistentes, elas vieram com tudo para o paisagismo, além de serem plantas esculturais que valorizam e decoram qualquer ambiente. Antigamente as pessoas tinham preconceito contra elas, por estarem ligadas ao misticismo africano.

Atualmente são consideradas sofisticadas, muito utilizadas nas decorações contemporâneas, por possuírem um belo formato.

Apenas devemos cuidar com as crianças e cachorros, porque são plantas tóxicas. É necessário educá-los para não mexerem, nem tocarem nelas.

Se o seu cachorro for muito ativo e você quiser cultivá-las, deve deixá-las em locais elevados, de difícil acesso.

Espada de São Jorge: 

Possui a lâmina achatada, lembrando o formato de uma espada.

O verde marmorizado de dois tons e um verde acinzentado dão um efeito muito bonito. Deve ser plantada em maciços ou em vasos, onde se destaca.

Espada de Santa Bárbara: 

É diferente da Espada de São Jorge pela cor das folhas, pois ela tem na margem da folha, uma cor amarela.

A Espada de São Jorge e a Espada de Santa Bárbara juntas ficam muito bonitas pelo efeito que dão no paisagismo.

Lança de São Jorge:

Também chamada de Lança de Ogum possui um formato cilíndrico.

Ela ganhou espaço no paisagismo porque é muito escultural e fica bem em maciços ou em vasos.

As sansivieras são plantas que você pode deixar que a natureza se encarrega de cuidá-las.

Espada de São Jorge Mini:

Também chamada Espada de Ogum. É uma planta pequena, até 15 cm, há vários tipos e são especiais para lugares pequenos.

Elas são plantas de pleno sol, mas se adaptam em lugares com pouca luz.

Espada de São Jorge Prata:

Também chamada Sansiviera Moonshine. No paisagismo fica muito bonita pelo contraste de cores verdosas. Na noite ela fica muito linda.

Temos muita plantas híbridas no mercado que são muito bonitas, como uma que parece uma bromélia: o de um agave e que está sendo comercializada como Coroa Dinamarquesa.

Espero que tenham gostado!

Agradeço sugestões.

 

Quero deixar uma mensagem:

“O esplendor da Rosa e o branco do Lírio não roubam da pequena Violeta a sua essência, nem da Margarida do seu singelo encanto.

Se cada pequena flor quisesse ser uma Rosa, a primavera perderia sua magia.”  Teresa de Lísíeux.

Programação de Hoje

  • 12:00 am: Programação RCC
  • 6:00 am: Desperta Rio Grande
  • 7:45 am: Jornal da Manhã
  • 10:00 am: Timeline
  • 11:00 am: Happy Day
  • 12:50 pm: Correspondente Ipiranga
  • 1:00 pm: Sala de Redação
  • 2:30 pm: Boa Tarde Cidade
  • 4:00 pm: Tarde 95
  • 5:30 pm: Conversa de Fim de Tarde
  • 7:00 pm: Curtindo a Dois
  • 9:00 pm: Voz do Brasil
  • 10:00 pm: Programação RCC