dom, 5 de dezembro de 2021

A PLateia Digital - 04-05/12/2021

Última Edição

CPI do Manoela é arquivada

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Aconteceu na Câmara de Vereadores, nessa terça-feira (19), o arquivamento da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que tinha o papel de apurar e investigar possíveis irregularidades no Loteamento Manoela por parte da cooperativa Inovar e agentes públicos.

O relatório final, apresentado pelo vereador Gilbert Gisler (PSB), opinou pelo arquivamento da CPI, justificando que o empreendimento foi construído com verba federal, a relação contratual entre entidade civil privada sem fins lucrativos e seus associados, a inexistência de qualquer indicio de envolvimento de agentes públicos em ato ilícito, a existência de Ação Civil Pública e Inquérito Policial apurando os mesmos fatos e objeto da CPI.

Quanto à suposta coação feita pelo vereador Felipe Torres (DEM) à uma testemunha para prestar depoimento, o relatório fala que o fato não é objeto da CPI, portando, o vereador Xepa opinou que seja instruído as peças necessárias e encaminhadas a Comissão de Ética da Câmara de Vereadores.

Os únicos parlamentares contrários ao relatório foram: Maurício Galo Del Fabro (Progressistas) e Elso Alvienes (PSC). Já os vereadores: Gilbert Gisler (PSB), Leandro Ferreira (PT), Aquiles Pires (PT), Jovani Romarinho (Republicanos), Romário Paz (MDB), Maria Helena (PDT), Cleber Custódio (PDT) e Lídio Mendes Melado (PTB), foram favoráveis ao arquivamento do inquérito. O vereador Felipe Torres, na condição de presidente da CPI, não tem direito ao voto.