dom, 11 de abril de 2021

Jornal A Plateia Digital - 03.04.2021

Última Edição

Acordo extinguirá taxa paga por produtores a frigoríficos, há mais de 40 anos

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Em Assembleia Geral Extraordinária, realizada por videoconferência os Sindicatos Rurais autorizaram a Farsul a firmar acordo, juntamente com a Febrac, com o Sicadergs pela extinção da comercialização da carcaça de peso frio no Rio Grande do Sul. A data limite para que não seja mais aplicada a taxa de frio é 8 de março de 2022. A partir de 1 de agosto de 2021, os frigoríficos iniciarão o processo de transição com a implantação de uma nova modalidade, a compra de carcaça por peso quente. A assinatura do documento oficializando o acordo deve acontecer nos próximos dias.

Há mais de quarenta anos os pecuaristas gaúchos convivem com um desconto de 2% nas vendas aos frigoríficos do Rio Grande do Sul. A Farsul vinha tratando do assunto com o Sicadergs de forma mais intensa nos últimos três anos e, em dezembro, foi autorizada pelos Sindicatos Rurais a buscar a judicialização do tema. A partir disso, as assessorias jurídicas começaram a negociar para evitar todo o trâmite de um eventual processo. O presidente do Sistema Farsul, Gedeão Pereira, destaca a disposição da Farsul em negociar. “Construímos esse acordo, embora tivéssemos a autorização de uma possível judicialização, como um caminho através do diálogo com a indústria frigorífica”, destaca e completa, “ele foi ratificado ontem pelos Sindicatos Rurais que são quem manda na Farsul. Portanto, a partir de 8 de março de 2022 acabou o desconto de carne fria no Rio Grande do Sul. Parabéns produtor rural, o acordo está feito, contentando a todos os lados”, comemora.

Este site utiliza cookies para melhorar o desempenho e entregar uma melhor experiência de navegação para você, além de recomendar conteúdos do seu interesse.
Saiba mais em Política de Privacidade

ACEITAR
Aviso de cookies