ter, 26 de janeiro de 2021

Aplateia Digital - 23/01/2021

Última Edição

Santanense une moda e sustentabilidade com brechó em Porto Alegre

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O brechó – sistema de venda de roupas usadas, antigamente era visto com certa “resistência”, principalmente em cidades do interior. Mas, atualmente, está conquistando espaço e ganhando muitos consumidores.

Com isso, a santanense Márcia Araújo teve a ideia de unir a sua paixão pela moda com o conceito de sustentabilidade inaugurando o Santa Marca Second Hand em Porto Alegre.

Ela esteve em Santana do Livramento trazendo algumas encomendas feitas online e conversou conosco, confira o bate-papo:

Como surgiu a ideia de lançar a Santa Marca Second Hand?

A Santa Marca é um sonho. Há alguns anos virei consumidora e fornecedora de brechós. Acho incrível a possibilidade de dar vida nova às peças de outras pessoas. Não só pelo fato de reutilizá-las, porque a doação também tem essa função, mas de ressignificar a peça e dar um novo valor a ela. Sempre fui empreendedora, gosto de moda, acredito no propósito da sustentabilidade e no meio da pandemia surgiu essa oportunidade. Não deixei passar!

Como funcionam as vendas e como você “garimpa” as roupas?
O garimpo é um processo que eu adoro. É trabalhoso e exige cuidado, pois analiso se a roupa tem manchas, muito desgaste de uso ou qualquer tipo de avaria. Não fico com peças se elas não estiverem em ótimo estado. A grande maioria eu recebo em consignação.
Além da loja física, as vendas acontecem por live commerce. Criei a Santa Segunda, feita através do Instagram, e tenho tido um resultado surpreendente!


Acha que ainda existe preconceito em relação aos brechós?
Acredito que sim, mas isso vem mudando muito rápido. Estamos acabando com aquela imagem velha, feia e com cheiro de naftalina dos antigos brechós. As lojas são agradáveis, bem decoradas e se bem garimpadas, as peças nem parecem usadas. Em São Paulo já temos brechó em shopping. Isso sem falar na consciência ecológica. Como ter preconceito sabendo do impacto ambiental gerado pela indústria têxtil?

O que te motiva diariamente?
Ter a certeza de que estou fazendo um trabalho incrível.
As pessoas que praticam a moda acessível e sustentável dos brechós não estão apenas comprando roupa.
Elas estão colaborando para a redução do fast fashion e estão economizando dinheiro também. Todos ficam felizes e isso me motiva muito. Vejo satisfação no sorriso de cada pessoa que sai da minha loja!

 

Qual mensagem você gostaria de mandar para aqueles que ainda estão receosos de consumir em brechós?
Eu diria que se há receio em comprar, vá vender suas peças num brechó. Não vai demorar muito para você estar comprando! Afinal, lavou…. tá novo!

Quem quiser conhecer o empreendimento, deve entrar no instagram e seguir @santamarcasecondhand.

Você sabe o que é Podoposturologia?

Desequilíbrios posturais podem acarretar dores, contraturas musculares, limitações de movimentos e diversas outras patologias ortopédicas de ordem postural. Com base na biomecânica e neurofisiologia humana,

Este site utiliza cookies para melhorar o desempenho e entregar uma melhor experiência de navegação para você, além de recomendar conteúdos do seu interesse.
Saiba mais em Política de Privacidade

ACEITAR
Aviso de cookies