TSE informa que lentidão na totalização dos votos atrasa a divulgação dos resultados

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou em nota na noite deste domingo (15) que uma lentidão na totalização de votos nas eleições municipais provocava demora na divulgação dos resultados.

De acordo com o que informou o tribunal às 19h30, o sistema seria normalizado “em breve”.

Segundo a nota, os tribunais regionais eleitorais (TREs) estão remetendo normalmente os dados da apuração nos municípios, mas o banco de totalização está fazendo a soma com lentidão.

Até as 19h30, várias cidades ainda apareciam no site do TSE com 0% das urnas apuradas, embora outros municípios estivessem com a apuração adiantada.

O tribunal informou que o problema não tem relação com a tentativa de ataque cibernético realizada pela manhã e neutralizada pelo TSE e pela operadoras de telefonia, conforme afirmou mais cedo o presidente do tribunal, ministro Luís Roberto Barroso.

Neste sábado (14), o ministro Edson Fachin, afirmou que, neste ano, a totalização dos votos é concentrada no TSE, não mais nos tribunais regionais, como nos pleitos anteriores.

Vice-presidente do TSE, Fachin deu a informação ao acompanhar cerimônia que atesta que o sistema usado para computar o resultado das eleições municipais é o mesmo que foi assinado e lacrado.

Questionado, o TSE ainda não informou se a demora na totalização de votos está relacionada à alteração promovida pela Corte para centralizar os dados no tribunal superior, e não mais nos TREs.

“Para esta eleição, nós implementamos várias inovações. Uma delas é a totalização centralizada. Nós teremos em uma nuvem computacional, a concentração aqui no nosso datacenter, da totalização dos 5.568 municípios. Isso certamente trará muito mais segurança para o processo e celeridade também porque nós otimizaremos a utilização dos recursos computacionais dentro de uma nuvem que permite inclusive a elasticidade dos requisitos em termos de memória e de processamento”, disse.

Fachin, disse no sábado que o sistema foi checado e considerado “íntegro e apto” para receber os votos.

“O sistema é sólido e desde seu início tem produzido confiança. Não há nenhuma demonstração concreta de que possa ter havido desvio”, afirmou o vice-presidente do TSE.

Nota

Leia abaixo a íntegra da nota do TSE.

ESCLARECIMENTOS

Em razão de uma lentidão no processo de totalização dos votos (soma dos votos), está ocorrendo um atraso para a divulgação dos resultados da apuração.

Os dados estão sendo remetidos normalmente pelos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) e recepcionados normalmente pelo banco de totalização, que está somando o conteúdo de forma mais lenta que o previsto.

O problema está sendo resolvido pelos técnicos, para a retomada mais célere do processo de divulgação.

Ressaltamos que não há nenhuma relação com o vazamento de dados pessoais de servidores e nenhuma relação com a tentativa de ataque cibernético registrada pela manhã.

Por Rosanne D’Agostino e Luiz Felipe Barbiéri, G1

Este site utiliza cookies para melhorar o desempenho e entregar uma melhor experiência de navegação para você, além de recomendar conteúdos do seu interesse.
Saiba mais em Política de Privacidade

ACEITAR
Aviso de cookies