Polícia Federal utiliza drones para evitar crimes eleitorais

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Polícia Federal (PF) está utilizando de forma inédita drones nas eleições municipais de para prevenção e repressão de crimes eleitorais como boca de urna e transporte irregular de eleitores. A ação possibilita a fiscalização de crimes como boca de urna, compra de votos e transporte de eleitores no dia da votação e prisão dos envolvidos. De acordo com o órgão, mais de 100 aeronaves pilotadas remotamente estão sendo utilizadas em municípios considerados estratégicos, em todos os estados. A PF está realizando voos nas zonas eleitorais de modo a inibir e flagrar a prática de condutas vedadas pela justiça eleitoral.

Segundo a PF, os drones possuem câmeras capazes de realizar zoom suficiente para identificar suspeitos, placas de veículos, entregas de santinhos e situações de compra de votos, com imagens de alta nitidez. As imagens capturadas são transmitidas a uma equipe da PF que estará preparada para monitorar em todo território nacional, determinando a adoção das medidas cabíveis diante de atividades suspeitas. A eleição municipal acontece até as 17h.

Fotos – Marcelo Pinto e Divulgação Polícia Federal

Este site utiliza cookies para melhorar o desempenho e entregar uma melhor experiência de navegação para você, além de recomendar conteúdos do seu interesse.
Saiba mais em Política de Privacidade

ACEITAR
Aviso de cookies