Traficante santanense é preso transportando skunk em Rosário do Sul

A droga, após fracionada e preparada para o consumo, poderia render mais de 150 mil reais para os criminosos
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Polícia Rodoviária Federal prendeu um traficante transportando mais de 3 quilos de skunk em um veículo na tarde desta terça-feira (13), na BR 290 em Rosário do Sul.

Durante ações de combate ao crime, policiais rodoviários federais abordaram um Monza com placas de São José/SC que transitava pela BR 290. Ao vistoriarem o interior do veículo, os agentes encontraram mais de três quilos de skunk ocultos sob a forração interna das laterais.

O condutor do Monza, um homem de 41 anos, de Santana do Livramento, disse aos policiais que pegou a droga na sua cidade e levaria até o litoral gaúcho. Ele foi preso em flagrante e conduzido à polícia judiciária local. A droga e o veículo foram apreendidos.

Segundo a PRF Daiane Huffell, graduada em química e instrutora de EDA – Enfrentamento ao Tráfico de Drogas e Armas, o skunk é uma droga alucinógena, que tem como princípio ativo o THC, o mesmo da maconha. Ele é obtido a partir do cruzamento genético entre duas espécies diferentes da planta Cannabis Sativa. O skunk tem um alto valor de mercado por ser de sete a dez vezes mais forte que a maconha.

 

Este site utiliza cookies para melhorar o desempenho e entregar uma melhor experiência de navegação para você, além de recomendar conteúdos do seu interesse.
Saiba mais em Política de Privacidade

ACEITAR
Aviso de cookies