Relembre como foi a cerimônia de assinatura do contrato com o Instituto Salva Saúde

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Nesta manhã, a Polícia Federal deflagrou a Operação Sem Misericórdia, que investiga o desvio de mais de R$ 2 milhões de recursos do SUS destinados à instituição, através de uma organização feita pelo Instituto Salva Saúde.

Relembre o caso

No dia 12 de maio de 2019, o prefeito Ico Charopen (PDT), na condição de interventor do Hospital Santa Casa de Misericórdia, assinou um contrato passando a responsabilidade de gestão da instituição ao Instituto Salva Saúde. Na época, o procurador da República Rodrigo Graeff recomendou a Ico que se abstivesse de firmar o contrato ou, se caso já tivesse assinado, que o mandatário suspenda o documento.

Graeff explicou que a empresa havia sido constituída quatro meses antes e que o contrato “prevê repasse de valores à conta a ser criada pela empresa contratada, em claro desvirtuamento da natureza do contrato, qual seja a de prestador de serviço”.

Ainda durante a cerimônia no Hospital, o prefeito chegou a citar o documento redigido pelo procurador da República, mas disse que se tratava apenas de uma recomendação e por isso assinaria o documento. Assista abaixo no vídeo do portal Sentinela24h:

No dia da assinatura do documento, o secretário de Saúde, vereador Enrique Civeira (PDT) parabenizou o fato da assinatura do contrato e disse que tinha certeza que o contrato daria certo. Assista abaixo no vídeo do portal Sentinela24h:

O diretor do Instituto Salva Saúde, Jan Christopher Lima da Silva também discursou. Disse que não era um projeto político, mas sim um projeto de gestão para a Santa Casa de Misericórdia, destacando a valorização dos servidores. Assista abaixo no vídeo do portal Sentinela24h:

Este site utiliza cookies para melhorar o desempenho e entregar uma melhor experiência de navegação para você, além de recomendar conteúdos do seu interesse.
Saiba mais em Política de Privacidade

ACEITAR
Aviso de cookies