Antigomobilistas realizam manifestação contra a reforma tributária

O pacote de medidas propostas pelo Governo Leite deve ir à votação nesta quarta-feira (23)
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

No início da noite deste domingo (20), um grupo de cerca de dez automóveis se reuniu no largo Hugolino Andrade, no centro da cidade, com a intenção de manifestar sua contrariedade à reforma tributária sugerida pelo Governo do Estado. Composta por entusiastas e colecionadores de automóveis antigos, a ação foi levada a cabo com a intenção de informar à comunidade sobre os reflexos que a reforma pode trazer, caso aprovada.

Entre outras medidas, a reforma também deve afetar diretamente os donos de automóveis antigos. Isso porque o texto prevê a isenção do imposto sobre a propriedade de veículos automotores (IPVA) apenas para os automóveis com data de fabricação igual ou maior do que 40 anos, e não mais 20 anos, como é atualmente. Com faixas e cartazes fixadas nos automóveis, os manifestantes também distribuíram panfletos e adesivos do movimento.

Um dos organizadores da manifestação, Alex Ramos, disse que o intuito do ato era trazer mais justiça à população. “Já foi mudado o texto (da reforma) várias vezes, e agora eles adiaram mais uma vez (a votação) pra ver se o povo esquece. (Mas) a gente está bem atento a isso e não vai aceitar numa boa”. Além disso, Ramos também explicou que o custo para manter e reformar os automóveis, no caso de quem os coleciona, já é bastante alto e também contribui aos cofres do Estado. “(Foram) três carros restaurados aqui e isso já vem no imposto sobre as peças que a gente compra. Taxa sobre taxa. Às vezes tu compra um produto, olha a nota fiscal e vê 17% mais 5% porque veio de São Paulo e entrou no Rio Grande do Sul”.

Ainda sobre o mesmo tema, o manifestante apontou outros trâmites como emissão de habilitação e transferência de veículos como formas de o Governo obter recursos. Antes de encerrar, Ramos também falou sobre outra ação que deve acontecer no próximo final de semana. “Nossa Carreata Farroupilha vai ser no próximo domingo. […] Vamos sair da frente do DAE (Departamento de Água e Esgoto) e vai circular pelas ruas da cidade. […] Na outra carreata que a gente fez, arrecadamos 40 litros de leite para a Santa Casa. […] Nessa carreata a gente vai juntar alimentos para o Lar de Meninos. Cada ação que a gente faz, a gente procura trazer um benefício para a comunidade”, pontuou.

O texto com as novas medidas deve ser votado nesta quarta-feira (23).

Este site utiliza cookies para melhorar o desempenho e entregar uma melhor experiência de navegação para você, além de recomendar conteúdos do seu interesse.
Saiba mais em Política de Privacidade

ACEITAR
Aviso de cookies