Juíza Eleitoral projeta que candidatos terão liberdade para trabalhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A juíza eleitoral de Sant’Ana do Livramento, Carmen Lúcia Santos da Fontoura fez uma associação com um jogo de futebol para explicar que a Justiça Eleitoral intervirá no processo das eleições municipais, caso seja provocada.

Em entrevista ao programa Boa Tarde, Cidade da Rádio RCC FM, ela afirmou que para um jogo de futebol para ele fluir bem, o juiz vai observando o jogo. “O juiz que marca muita falta, impede o jogo e impede que seja belo. Os verdadeiros atores do jogo, são os jogadores”, explicou.

Segundo a magistrada, os verdadeiros atores do processo eleitoral são os candidatos que vão fazer as suas campanhas e terão a liberdade para isso. “A justiça eleitoral, se provocada, vai intervir (…). Eu não vou ficar olhando sites, isso cabe também ao eleitores e aos outros candidatos que poderão provocar a Justiça Eleitoral”, acrescentou destacando que o trabalho será de resguardar a ordem pública, quando necessário.

 

Este site utiliza cookies para melhorar o desempenho e entregar uma melhor experiência de navegação para você, além de recomendar conteúdos do seu interesse.
Saiba mais em Política de Privacidade

ACEITAR
Aviso de cookies