Polícia Civil prende dois suspeitos de execução na 13 de maio

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Nas primeiras horas da manhã desta segunda-feira, dia 18, a Polícia Civil realizou a prisão de dois homens suspeitos de ter envolvimento na morte de Eduardo Luiz Pereira, de 41 anos. Pereira, que faleceu na última quinta-feira (14), sofreu uma tentativa de homicídio na manhã de sábado (9) quando chegava ao seu estabelecimento comercial na rua 13 de maio.

Os criminosos, de 20 e 25 anos, já haviam sido identificados e ouvidos pela polícia. Durante o depoimento, um deles assumiu a autoria do crime, o que levou às autoridades a solicitarem a prisão preventiva deste indivíduo. Em uma rápida resposta do judiciário, o pedido foi atendido e os homens foram presos.

De acordo com o autor, ex cunhado da vítima, o que motivou a execução foram os diversos desentendimentos do casal que, segundo ele, envolviam violência doméstica. Portanto, temendo pela integridade de sua irmã, o acusado decidiu matar Pereira.

Os dois homens já tinham passagem por outros delitos, inclusive, um deles, já responde por um homicídio. A Polícia Civil chegou até os homens através dos esforços do setor de investigação que, após um ágil trabalho, localizou e prendeu os suspeitos.

Relembre o caso

Imagens do crime capturadas por câmera de segurança (Imagem: Cedida)

Na ação, capturada por câmeras de segurança de um comércio vizinho, dois homens se aproximam da vítima em uma moto. O carona desce e efetua, pelo menos, três disparos em direção a cabeça do homem de 41 anos que cai ao chão. Após os tiros, os dois homens fogem do local na motocicleta, que foi abandonada no bairro Queirolo momentos depois do crime.

Por estar próximo à Santa Casa de Misericórdia, Pereira foi prontamente socorrido pelos paramédicos e permaneceu em estado grave na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) por cinco dias, quando não resistiu aos ferimentos.

 

Texto: Murilo Alves

Foto: Marcelo Pinto/AP