Vendas online e delivery surgem como uma alternativa para essa Páscoa

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Vivemos um período em que a sociedade está passando por quarentena ocasionada pelo novo Coronavírus. Assim, há um resgate do convívio familiar íntimo, as pessoas estão passando mais tempo juntas. Esse isolamento social está despertando uma aceleração muito grande da transformação digital, em que o Whatsapp, promoções no Facebook e Instagram tornam-se uma importante ferramenta de venda e relacionamento com o cliente.

 

Para quem vive de chocolate, a Páscoa tem dado uma lição de como inovar nos negócios pode ser uma alternativa para afastar os prejuízos. A Chocolates Kemper’s Haus, de Santo Ângelo, na última semana de março, criou uma campanha online que deu 25% de desconto para quem antecipasse as compras de ovos e chocolates. Além disso, investiram na divulgação do serviço de delivery “Peça Agora e Receba em Casa”.

 

“Fizemos uma intensa campanha de marketing digital. Focamos muito no delivery para que as pessoas soubessem das entregas. Tudo para tentar não perder os clientes. O movimento melhorou e a expectativa é de que a gente consiga retomar as vendas nesta semana, que é quando as pessoas realmente compram”, comenta o gerente da empresa, Arthur Kemper. Mesmo com todas essas ações, a empresa estima uma perda de 20% no faturamento. Além disso, o movimento na loja chegou a reduzir cerca de 60% no período mais intenso da quarentena.

 

Para ter um melhor desempenho nesse momento, o coordenador de projetos de varejo do Sebrae RS, Fabiano Zortea, recomenda que é importante “ter uma equipe preparada: vendedores que estão equilibrados emocionalmente, dando as melhores opções de compra para os consumidores, transmitindo segurança e simplificando os processos de compras, dando alternativas para os clientes e preparados para aquelas compras de última hora, que são características de qualquer período sazonal”.

 

Confira três dicas do Sebrae RS para melhorar as vendas:

 

Comunicação: pensar nesse contexto mais humanizado entre as famílias. Que tipo de comunicação o serviço pode dialogar com essa nova realidade. Assim, terá mais relevância nas suas abordagens junto aos clientes.

 

Delivery: a conveniência nunca foi tão necessária como agora. É importante pensar em aspectos de higiene e segurança, mostrando – através de fotos e vídeos – que empresa está tomando cuidados com isso. O entregador é uma peça fundamental, pois é através dele que será possível viabilizar o negócio.

 

Flexibilidade: é o item mais importante. É preciso pensar que cada consumidor está vivendo um momento diferente de necessidade. As marcas que conseguirem resolver suas necessidades estarão em destaque nesse momento.