Empresários e autoridades reúnem-se com chefe do Executivo Municipal

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Na manhã desta segunda-feira (30), a prefeita Mari Machado (PSB) reuniu-se com empresários de vários segmentos da cidade. Em sua fala, a Prefeita alertou que o número de casos de COVID-19 está aumentando no país, e informou que as medidas restritivas são absolutamente necessárias para a contenção do vírus.

Mari disse ainda que há uma subnotificação de casos, já que não existem exames disponíveis e somente quem apresenta quadro de insuficiência respiratória e profissionais da saúde estão sendo testados. Alertou para a necessidade de isolamento social e pediu a colaboração de todos nesta batalha contra o coronavírus.

O Dr. Juan Marcos, diretor técnico da Santa Casa de Misericórdia, relatou que o isolamento social ainda é necessário para que o sistema de saúde não entre em colapso. O diretor também falou sobre as condições do hospital e a necessidade de equipá-lo para o caso de haver um amplo número de pessoas contagiadas.

Já o coordenador da Defesa Civil explicou que a orientação da Defesa Civil é seguir as normas da Secretaria da Saúde e continuar com a quarentena, informando que comércios que continuam trabalhando na irregularidade serão fechados.

Diante das manifestações, Mari Machado reforçou a necessidade de isolamento para que não aumente o número de casos na cidade, pois o pico da pandemia ainda não chegou. A Prefeita ressaltou que não há dúvidas que o sistema adotado em forma de decreto é para a proteção da comunidade santanense e que a fiscalização por parte das equipes designadas, Brigada Militar e Polícia Civil vai continuar atuando. Mari pediu a compreensão dos empresários no momento difícil em que a cidade se encontra, e manteve as normas do decreto emitido na última sexta (27), mas ressaltou que vai estudar a melhor forma de atender as demandas solicitada

Na pauta da reunião, o grupo tratou sobre a possibilidade de reabertura do comércio – que está impedido de funcionar em função do decreto de calamidade em função do coronavírus (COVID-19). A Prefeita recebeu uma carta dos empresários, que destacaram estarem cientes dos riscos e da gravidade do COVID-19.

A reivindicação do grupo é que seja restabelecido o funcionamento dos estabelecimentos comerciais, obedecendo normas como EPIs para os funcionários, disponibilização de álcool em gel, regulamentação do acesso de clientes, higienização e afastamento dos colaboradores do grupo de risco.  Mari finalizou dizendo: “Não vou pôr a política na frente da vida, não se deixem usar por quem deseja fazer isso. O governo federal deve ajudar os empresários e autônomos. A minha tarefa é cuidar da saúde das pessoas”.

A reunião contou com a presença do promotor público, Dr. Sandro Marones Loureiro e foi acompanhada pelo secretário de saúde, Sérgio Aragon e pelo coordenador da Defesa Civil de Santana do Livramento, Miguel Pereira, pela procuradora e secretária de assistência social Carla Saraiva e pelos médicos Juan Marcos, Alina Macedo, Jeferson Lopes, Alison Travieso.

Fonte: ASCOM

Quebrando paradigmas – Eis a questão!

Sempre fui meio “fora da casinha”. Para os conservadores, uma disfuncionada precisando de ajuda psicológica; para outros, adiante do meu tempo. A história está aí