Prefeitura realiza coletiva de imprensa sobre o Coronavírus

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Por: João Victor Montoli

Aconteceu na manhã desta segunda-feira (16), uma coletiva de imprensa no palácio Moyses Vianna, sede da prefeitura Municipal, sobre ações na área da saúde sobre o novo coronavírus.

Estiveram presentes o Secretário de Saúde Sergio Aragon; O diretor da Santa Casa Valmir Rosa Silveira; A Coordenadora Epidemiológica Gabriela Formoso e o médico Juan Marco. Onde foram tratados pontos importantes de prevenção e também antecipação do calendário de vacinação da gripe.

Manter a calma

Durante a entrevista, as autoridades ressaltaram a importância de manter a calma: “Este é o maior desafio, mantermos a calma. Amanhã realizaremos uma reunião com a nossa equipe e logo após nos reuniremos com a intendência de Rivera para tratarmos medidas Binacionais, já que a nossa fronteira aqui praticamente não existe, pois temos brasileiros que trabalham e/ou estudam em Rivera e vice-versa. Também nos reuniremos com a Policia Federal e Polícia Rodoviária Federal sobre o controle de imigração”, destacou Gabriela.

Gripe

Aragon ressalta a importância para pessoas que estiverem resfriadas ou com gripe, se possível manter-se em casa: “Em caso de sintomas com gripe ou resfriado, se mantenha em casa, se possível. Em caso de duvidas, disponibilizamos um telefone para contato (55) 9 9615-6275. Pedimos ainda, que os empresários da cidade tenham sensibilidade para o bem comum de liberar os funcionários, assim evita a proliferação dessas doenças que tem seus sintomas muito parecidos com o do COVID-19”, conta.

A equipe ainda ressalta que o Livramento não possui nenhum caso suspeito ou confirma do novo Coronavirus, mas destacam que a doença está próxima e os santanenses devem estar preparados para combater o vírus: “Ao todo temos 10 casos relativamente próximos da nossa cidade, seis casos em Porto Alegre; um em Caxias do Sul; um em Campo Bom (já curado); um em Salto-URU; um Montevidéu-URU e um em Maldonado – URU. O mais próximo sendo em Salto”, conta Aragon.

Finalizando a entrevista coletiva, Gabriela destacou que os sintomas são parecidos com de uma gripe comum, devendo ser observado se o paciente possua ou não falta de ar, já que esta ação é um sintoma que difere o coronavirus de uma gripe ou resfriado.