Grávida é morta a facadas, e suspeito é preso em Ijuí

Segundo a Polícia Civil, ambos eram usuários de drogas e teriam tido um desentendimento. Homem foi preso em flagrante e encaminhado à penitenciária.

Uma grávida de 25 anos foi morta a facadas, na terça-feira (18), em Ijuí, no Noroeste do estado. O suspeito, um homem de 22 anos, foi preso em flagrante pela Brigada Militar e encaminhado à penitenciária.

De acordo com o delegado Maurício Arlei Posselt, da 1ª Delegacia de Polícia, ambos eram usuários de drogas e tiveram uma desavença no bairro São Paulo, onde o suspeito morava. Eles teriam se desentendido, por volta das 17h, e o homem teria atingido a vítima com uma faca.

“Não tinham relação anterior, não eram namorados, nada. Discutiram por alguma coisa, que teremos que apurar, e acabou golpeando”, afirma o delegado.

Por este motivo, a polícia trata do caso como homicídio e não como feminicídio.

“Teria que ter vinculação com o gênero, se ele matou em razão de ela ser mulher. Nos parece que não foi isso. Se fosse um homem, teria feito a mesma coisa.”

Conforme informações preliminares obtidas pela polícia, ela estava em gestação de cerca de seis meses. Os investigadores aguardam o laudo do Instituto Geral de Perícias para determinar o tempo de gravidez.

Outras duas mortes em Ijuí

A morte de outras duas pessoas, no mesmo dia, também é investigada pela polícia de Ijuí. Dois homens foram baleados, no bairro Storch, por volta das 21h30, por uma dupla que estava em uma motocicleta.

Uma arma foi encontrada junto às vítimas, identificadas como Samir André Heinemann, de 36 anos, e Américo Santos do Santos, de 38 anos.

A polícia não informou quais as circunstâncias das mortes e se as vítimas tinham antecedentes criminais.

Com isso, são seis mortes por homicídio em Ijuí nos primeiros 50 dias do ano. Em todo 2019, foram 12 homicídios.

Fonte: G1/RS

Foto: Divulgação/Ijuinfo.com

Grupo A Plateia