Ministro da Saúde revela caso suspeito de coronavírus em Minas Gerais

Segundo Henrique Mandetta, o estado da paciente “é bom, ela está em isolamento e estamos monitorando”

Em coletiva realizada na manhã desta terça-feira, o ministro da Saúde, Henrique Mandetta, revelou que a pasta está acompanhando um paciente de Minas Gerais que apresenta sintomas semelhantes ao do coronavírus. Mesmo com o possível caso, Mandetta garante que o Brasil tem “total capacidade de identificar o coronavírus” e que a fase atual no país é de identificar se ele já existe a circulação do vírus no território nacional.

“Temos um caso suspeito em Minas Gerais de uma paciente que foi para Wuhan (China). O estado da paciente é bom, ela está em isolamento e estamos monitorando”, diz o ministro.

Por outro lado, como a Organização Mundial da Saúde ampliou a restrição da província de Wuhan para toda a China, a orientação é que os brasileiros viagem para o país asiático somente em “caso de necessidade”. Mandetta fez questão de tranquilizar em relação ao aumento de visitantes durante o Carnaval.

“A maior parte dos turistas que vem ao Brasil durante o Carnaval não são da Ásia. De qualquer maneira, todos os portos e aeroportos estão preparados e farão a ações de vigilância”, disse.

O ministro destacou que o ministério está preparando o sistema público de saúde para possíveis confirmações do coronavírus. “No momento, estamos atuando mais com prevenção”, revelou.

Na próxima semana, ocorrerá uma reunição com todos os secretários estaduais para tirar todas as dúvidas e passar os protocolos sobre o problema. “Para saberem como coletar, o que fazer e como deve agir em casos suspeitos do coronavírus”, disse Mandetta.

Fonte: Correio do Povo

Foto: Ministério da Saúde / Divulgação / CP

Grupo A Plateia