Estado_-Seapen e Susepe entregam reforma do prédio do Instituto Penal de Uruguaiana

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Foi entregue na manhã desta terça-feira (10/12), pela Secretaria da Administração Penitenciária (Seapen) e pela Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) a reforma do prédio do Instituto Penal de Uruguaiana (IPU), cuja estrutura foi destruída por um vendaval em janeiro deste ano. A casa prisional tem capacidade para 152 vagas e abriga detentos dos regimes semiaberto e aberto.

No vendaval de janeiro, o prédio administrativo e as galerias sofreram destelhamentos, e houve alagamento que causou dano na estrutura elétrica. Após a necessidade da interdição parcial do prédio, determinada pela justiça local, e a remoção dos apenados, foi realizada uma obra no valor de R$ 137.000. A verba foi disponibilizada pela Vara de Execuções Criminais (VEC), e os serviços foram executados por uma empresa privada.

Além da troca dos telhados do setor administrativo e do alojamento externo B, foram feitas melhorias na parte elétrica do prédio. Também foi reforçada a rede seca do Plano de Prevenção e Proteção contra Incêndio (PPCI) e realizada uma reestruturação das grades do pátio da galeria de recreação. Conforme o administrador da unidade prisional, Alcino Martins Pinto, a ocupação da casa prisional será gradativa, conforme solicitação e autorização do judiciário local.

Atuação integrada

O Secretário da Administração Penitenciária, Cesar Faccioli, destacou a importância do trabalho entre as instituições para a reinauguração do instituto. “Todos tiveram sua importância. Por isso destaco o coletivo, essa mobilização da comunidade, do sistema de justiça, do judiciário, do Ministério Público, da OAB e, especialmente, dos líderes locais da Susepe”.

O Superintendente da Susepe, César da Veiga, também valorizou o esforço e a união dos servidores e dos parceiros para a conclusão das obras.

O Prefeito de Uruguaiana, Ronnie Mello, esteve presente na inauguração. Participaram também representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), do judiciário, do Ministério Público, da Assembleia Legislativa, do Conselho da Comunidade, da prefeitura de Uruguaiana, da Delegacia Penitenciária Regional, do setor de Planejamento da Susepe, do Comando da Brigada Militar, além de empresários.

Nem curto nem longo, na medido certa!

Não é a primeira vez que falamos sobre o comprimento midi por aqui, no inverno tratamos sobre quais seriam as saias e vestidos favoritos para