Servidores lotam galerias da Assembleia durante sessão para protestar contra pacote

Sindicatos marcam presença na Casa após caminhada até a Praça da Matriz

Depois de realizarem uma caminhada na área central de Porto Alegre, contra o pacote de reformas planejado pelo governador Eduardo Leite, integrantes do Cpers e de outros sindicatos lotaram as galerias da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul como forma de protesto. Com faixas, cartazes e bandeiras, eles gritaram “Retira” entre as manifestações dos deputados na sessão plenária desta terça-feira, que começou com grande expediente. Na agenda, estão previstos apenas os projetos  276/2019, que autoriza o executivo a doar imóvel, e o PDL 003, que trata dos honorários de sucumbência da Procuradoria Geral do Estado.

A presidente do Cpers, Helenir Schürer, esteve no local para receber a Medalha da 55ª Legislatura da Assembleia. Ela definiu a honraria como a “mais pesada que a Assembleia já concedeu por representar uma categoria tão relevante como os professores”. Também disse que a categoria continuará a batalhar contra o pacote. “Seremos uma pedra no sapato de todos os governadores que queiram prejudicar a educação”, afirmou.

Um conflito de horários adiou a reunião entre a Cpers e a presidência de Assembleia Legislativa, agendada para antes da mobilização. A intenção de Helenir era conversar com o chefe da Casa, deputado Luís Augusto Lara (PTB), para que ele mediasse um contato entre a categoria e o Executivo.

Fonte: Correio do Povo

Foto: Ricardo Giusti

Grupo A Plateia