Livramento tem 70% de adesão em greve dos professores

DSCN2719

Na tarde desta segunda-feira (18) dezenas de professores e pessoas ligadas a educação estiveram realizando um grande ato em praça pública pedindo a adesão a greve geral proposta pelo CPERS- Sindicato contra o pacote de medidas propostas pelo governador Eduardo Leite que prevê a mudança e perda de vários direitos conquistados pelos servidores. O grupo esteve reunido na Praça General Osório para discutir os rumos da paralização. Segundo a presidente regional do núcleo do CPERS, Adriana De Leon, em Livramento 70% dos professores já aderiram a paralização nas escolas estaduais.

O ato desta tarde foi para pedir que os restante dos profissionais da educação também se somem a causa para a demonstração de força e união da categoria. Com salários atrasados há vários meses e uma possível retirada dos seus diretos, não restou outra alternativa aos professores do que sair às ruas para protestar. Após a assembleia em praça pública o grupo se deslocou até a sede da 19ª CRE para conversar com a coordenadora regional e pedir que que a coordenaria não haja de forma punitiva ou arbitraria com os profissionais que querem aderir à greve.

A coordenadora Ana Alice Campagnaro, ouviu as reivindicações do grupo e disse que a coordenaria não impedirá ninguém de aderir à greve e que todas as pessoas ligadas ou não a educação serão muito bem vindas e recebidas na 19ªCRE para tratar de quaisquer assuntos que forem de interesse da comunidade.

Fotos e texto – Matias Moura

Grupo Aplateia