Secretário não descarta hipótese de incêndio criminoso nos arquivos do Planejamento

Polícia Civil já abriu inquérito para investigar as causas do incêndio

A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar as causas do incêndio a um arquivo da Secretaria de Planejamento de Sant’Ana do Livramento, na madrugada de sexta-feira (4). O Corpo de Bombeiros foi chamado por volta das 4 horas da madrugada para apagar as chamas que já atingiam o prédio conhecido por abrigar o SENAI, durante décadas. O fogo atingiu somente o ambiente onde estavam localizados os arquivos da Secretaria.
Segundo informações passadas pelo secretário Ricardo Dutra, o guarda que estava no local, notou um forte cheiro de fumaça, quando percebeu que era no interior do prédio e acionou o Corpo de Bombeiros. Ao chegar ao local, a equipe extinguiu as chamas. Já era manhã quando a informação começou a circular pelas ruas da cidade. O Instituto Geral de Perícias (IGP) foi chamado para investigar a origem das chamas.
Ao Jornal A Plateia, a Assessoria de Comunicação do IGP informou que uma equipe de pronto atendimento da Coordenadoria Regional de Perícias do IGP realizou atendimento ao incêndio na sala de arquivos. Em função da insalubridade do ambiente, o trabalho deve ser retomado na próxima segunda-feira. Nenhuma informação preliminar foi divulgada.
O resultado da Perícia deve ser encaminhado à delegada Giovana Müller, que é responsável pelo caso. “Nós abrimos um inquérito para investigar o que aconteceu na Secretaria”, informou a delegada.
Em nível de Prefeitura medidas também estão sendo tomadas para buscar a origem do incêndio, já que as chamas somente atingiram o arquivo morto. “Tinha alguns arquivos de sindicâncias, dos quais foram-me passadas informações de que existem cópias, alguns arquivos da Fazenda, nada tão significativo, a grande perda são alguns projetos que estavam naquele local e foram horas e horas de trabalho, apenas alguns nós temos em formato digital”, contou Ricardo Dutra.
Questionado sobre a principal suspeita da origem das chamas, Ricardo comentou: “é muito cedo para pensarmos em suspeitos. Depois da investigação teremos um norte. Foi investigado um possível curto circuito, mas isso já está fora de questão, pois nenhum disjuntor caiu. A Polícia também investiga um possível incêndio criminoso, no geral estão realizando várias linhas de investigação. Após estarmos de posse destes laudos, abriremos sindicância”, declarou destacando que o funcionamento da Secretaria será normalizado na segunda-feira (7).

Grupo Aplateia

Adicionar Comentário