Câmara já faz costura política para a eleição do presidente

Articulação política deve ser intensificada nas próximas semanas em jantares programados entre os políticos locais

Reportagem: Rodrigo Evaldt | rodrigo@jornalaplateia.com
Edição: Samuel Palmeira | editoriadearte@jornalaplateia.com
Fotografia: Marcelo Pinto | marcelo@jornalaplateia.com

Com a aproximação dos festejos Farroupilha está quase aberta a temporada de costura da nova Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Sant’Ana do Livramento. Com, pelo menos dois candidatos, não está descartada a possibilidade de mudança – na última hora – do nome do, até então, candidato do Governo à Presidência do Legislativo Municipal no ano que vem.

Pelo acordo do início da legislatura, Romário Paz (MDB) é o vereador candidato da base governista, no fim deste ano, quando acontece a eleição. Romário é dado como certo nos bastidores e, principalmente, entre os vereadores que têm ligação com o prefeito Ico Charopen (PDT). No passado até existiu uma fala do vereador Romário que afirmou que estava pensando em abrir mão da sua candidatura, abrindo espaço para o vereador Evandro Gutebier (Republicanos), que nas últimas semanas está no centro das articulações políticas com foco nas próximas eleições municipais, tendo um possível candidato na chapa de Ico Charopen para a eleição da Prefeitura.

Gutebier garante que o seu voto é do vereador Romário Paz e declarou que só será candidato caso haja a desistência de Romário. “O meu voto no Romário está garantido”, afirmou o parlamentar ao Jornal A Plateia, nesta semana.

Romário, por sua vez, diz estar mais candidato do que nunca. “Espero que se cumpra o acordo dos nove, feito no início da Legislatura”, disse Romário.

Por outro lado, existe a especulação e a costura da “oposição” que, desde o início do Governo tenta formar uma chapa contrária para subverter o acordo da base governista. Como ingrediente extra, é conhecida publicamente a discordância do vereador Ulberto Navarro Garrão (PDT) em relação ao próprio acordo. Ele já teria manifestado, inclusive a intenção de apoiar um outro nome que já é conhecido da oposição, o vereador Lídio Mendes Melado (PTB). Melado atualmente faz parte do Governo junto com o seu partido, porém ainda é a escolha dos oposicionistas, que pensam em votar no petebista para tentar atrair o voto que define a eleição. Cogita-se, dentro deste cenário, que o vereador receberia quatro votos do Partido dos Trabalhadores; um do Progressistas; e um do PDT (partido do prefeito). Ainda restaria a possibilidade dos vereadores Marco Monteiro (REDE), que pode ter cargos alterados no Governo na próxima semana, e Márcia da Rosa (PSB), cujo partido não faz mais parte da Administração, conforme anúncio feito de maneira pública pelo presidente, ex-secretário Sérgio Aragon e pela própria vice-prefeita Mari Machado. O voto decisivo, então, seria o do próprio Melado.

A expectativa é que, em meio as festividades gauchescas do mês setembro, as costuras políticas para que a eleição se defina já comecem a acontecer, inclusive transformando as jantas da Semana Farroupilha em verdadeiras comemorações antecipadas.

Grupo Aplateia

Adicionar Comentário