Presos quatro suspeitos de envolvimento em ataque a banco com cordão humano em Vale Verde

Segundo a polícia, que mantém cerco na região, foi preso um homem que atacou o Sicredi da cidade e outro homem junto com duas mulheres que fariam o resgate dos criminosos

A Brigada Militar prendeu, nesta segunda-feira (12), quatro suspeitos de envolvimento no ataque a banco com cordão humano ocorrido na última quinta-feira (8) em Vale Verde, no Vale do Rio Pardo. Um homem que teria participado do assalto ao Sicredi do município e outro homem junto com duas mulheres que fariam o resgate dele e de comparsas foram detidos em um cerco montado nos últimos dias entre a localidade de Boqueirão, em General Câmara, e o distrito de Mariante, em Venâncio Aires.

Parte do dinheiro levado da agência foi localizado com o criminoso que participou diretamente do ataque. Os presos também confessaram que integram o mesmo grupo que assaltou o Sicredi do distrito de Monte Alverne, em Santa Cruz do Sul, no dia 1º de julho.

A informação foi repassada pelo coronel Valmir dos Reis, comandante da BM na região. Os nomes dos presos — que foram encaminhados para a Delegacia de Polícia de Venâncio Aires para averiguação e confirmação do envolvimento — ainda não foram divulgados.

Com um dos homens detidos, foi encontrado parte do dinheiro que teria sido levado da agência de Vale Verde, inclusive são notas com número de série em sequência. Já as mulheres seriam namoradas dos demais integrantes da quadrilha e o segundo homem preso estaria conduzindo as duas. Dois veículos foram apreendidos.

— Essas prisões são resultado de um trabalho forte na região, um trabalho de campo e de inteligência. Uma dessas mulheres já havia passado por uma de nossas barreiras e ontem (domingo) passou de novo. Ela foi abordada e confessou a participação no resgate — explica Reis.

Cerco aos bandidos

Pelo menos 20 barreiras foram montadas em toda a região entre General Câmara e Venâncio Aires para prender os suspeitos do ataque ao Sicredi de Vale Verde. São dezenas de policiais participando, mas o número exato de PMs não está sendo informado.

Os policiais acreditam que seriam entre três e cinco bandidos escondidos em área de mata, sendo que um deles estaria ferido. As tropas teriam se mobilizado logo depois das 4h desta segunda-feira, após movimentações suspeitas na região.

Até o momento, não foi informado se houve confronto.

Fonte GauchaZH

Grupo Aplateia

Adicionar Comentário